Persuasão – Jane Austen

Mais de oito anos antes dos acontecimentos do romance, Anne Elliot se apaixona pelo jovem oficial naval Frederick Wentworth, que é inteligente e ambicioso, mas pobre. Sir Walter, pai de Anne , dono de Kellynch, e sua irmã mais velha Elizabeth estão insatisfeitos com sua escolha, alegando que ele não é distinto o suficiente para sua família. Sua madrinha, Lady Russell, agindo em lugar da falecida mãe de Anne, convence-a a interromper o romance. Agora, com 27 anos e ainda solteira, Anne reencontra seu antigo noivo, quando a irmã e o cunhado dele, os Crofts, alugam Kellynch. Wentworth, agora é capitão e rico devido as vitórias durante a guerra da Marinha Real contra os navios inimigos. No entanto, ele não perdoou Anne por tê-lo rejeitado.

Como vou postar a seguir sobre Captain Wentworth’s Diary, achei por bem falar antes sobre Persuasão. Entre as obras de Jane Austen, Persuasão pode não ser a mais popular, mas muitas vezes considero a minha preferida, sempre disputando com Orgulho e Preconceito. Persuasão fala sobre segundas chances, um tema que eu posso relacionar com a minha vida. Assim como Anne Elliot, eu também tomei algumas decisões não muito sábias quando era mais nova, e não posso deixar de pensar como teria sido se tivesse agido diferente.

Sempre que eu leio Persuasão eu penso que apesar de todo o sofrimento causado pelo fim do noivado, Anne não estava totalmente errada quando tomou a decisão de terminar. De alguma maneira não era o momento deles. Ela era muito jovem e ele tinhas suas próprias ambições para perseguir. Quando eles se encontram oito anos depois, mais velhos e mais experientes, apesar do estranhamento inicial, fica claro que o amor deles não se apagou com o tempo e a distância. E não é porque ele voltou rico, pois eu acho que ela teria aceitado ele mesmo que ele ainda fosse pobre como quando ela o conheceu.

O capitão Frederick Wentworth ganhou meu coração por ter a qualidade mais incomum entre homens, que é a constância. Que homem continuaria amando uma mulher que o rejeitou, ainda mais depois de oito anos distantes um do outro? Se alguém conhece algum, por favor me avise!! E aquela carta? “…eu amei ninguém se não a ti…” E o que dizer de Anne Elliot? Ela é sem dúvida a minha heroína preferida de Jane Austen. Ela é genuinamente boa, pensa primeiro nos outros do que em si mesma, tanto é que ela rompeu com Wentwoth porque achou que ela atrapalharia a vida dele(essa é a minha opinião). E continuou amando ele mesmo quando não tinha qualquer esperanças de um dia voltar a vê-lo novamente.

Até eu comprar o livro (li primeiro um e-book) eu não sabia da existência do outro final, escrito anteriormente ao oficial. Eu assisti 2 adaptações para a TV e nas duas havia uma cena em que Frederick, a pedido do Alm. Croft, vai até Anne perguntar sobre os rumores de noivado dela com Mr. Elliot. Fiquei intrigada pois li e reli o livro várias vezes e nunca achei nenhuma passagem que mencionasse esse encontro. Então na minha cópia da editora Martin Claret, fui apresentada ao que eles chamaram de ‘capítulo excluído’, e é dessa parte que foi inspirada a tal cena. Na verdade não é um capítulo excluído, é apenas um outro final conduzido de uma maneira diferente. Eu, particularmente, gosto mais do oficial, pois não abro mão daquela carta de maneira alguma.

Em matéria de adaptações, já postei por aqui sobre as duas mais atuais, feitas para a TV britânica, que só chegam a nós via download ou DVD importado. Eu ainda acho que falta uma grande adaptação para o cinema, assim como Orgulho e Preconceito de 2005 e Razão, Sensibilidade de 1995 e até Emma de 1996. Acho que a história tem potencial para uma grande produção, desde que se mantenham fiéis ao enredo de J.A., é claro. O livro ficou mais conhecido quando foi citado no filme A Casa do Lago, e serviu como base para o roteiro do filme. Eu tenho esse DVD, e pelo que eu me lembro, é o livro preferido da personagem da Sandra Bullock e ela fala sobre ele, mas fora isso não entendi muito bem a relação entre as duas histórias. Talvez seja algo sobre as coisas terem seu tempo certo para acontecer?


3 Comentários on “Persuasão – Jane Austen”

  1. Léria Va disse:

    Esse é o meu livro favorito dela, Samanta. E eu amo a Anne.
    Como esse livro foi escrito no fim da vida da JA, embora ela tenha morrido jovem, eu vejo perfeitamente que ela escreveu mais ou menos a história dela mesma, mas com o final que ela queria, só que o homem que ela amou, Tom Lefroy, não foi um Wentworth (que é o meu personagem masculino favorito de Austen).
    A Anne está longe de ser uma personagem passiva ou boba, como alguns pensam. Ela tomou uma decisão racional pra época, afinal de contas, como eu já li em algum lugar, se ele tivesse morrido na guerra, ela teria ficado sem nada, como a Sra. Smith, e o pai dela JAMAIS ia aceitá-la de volta e talvez nem a Lady Russel, se ela tivesse ido contra seus conselhos. Anne era uma pessoa sensata e tranquila e as vezes as pessoas tem a idéia errada de que pessoas assim são passivas ou sonsas, mas o livro mostra que ela tinha sim firmeza de caráter e era altruísta e generosa (como se explicaria de outro modo ela tomando conta da Mary, a insuportável ou se dispondo a ficar com Louisa, mesmo pensando que o Cap. amava ela?).
    E eu acho que ela era bem resolvida, no geral, mesmo com a tristeza dela, pq eu tenho certeza de que a Elizabeth Bennet não teria amadurecido tão bem como a Anne, se o Mr. Darcy não tivesse proposto de novo.
    E o Cap. Wentworth, sem palavras… Mr. Darcy que me perdoe, mas Frederick é o meu número um.

    Gostei mt do seu blog🙂, aqui onde eu moro não conheço ninguém que tenha lido Austen e não tenho com quem conversar sobre o assunto.😦

    • Oi Léria!

      Desculpe a demora em responder seu comentário. Persuasão disputa sempre o primeiro lugar com Orgulho e Preconceito, depende do momento que eu estou vivendo essa preferência. O Capitão Wentworth é o melhor herói de Jane Austen por causa da constância, qualidade totalmente inexistente nos dias de hoje… Será que o amor do Darcy teria sobrevivido 8 anos de distância após a primeira proposta?
      E eu acho que a Anne é mal compreendida, muitos chamam ela de sonsa, mas a Anne para mim é a melhor das heroínas, e me identifico com ela em muitos momentos do livro por ter vivido algo semelhante (pena que o homem em questão não pode ser comparado ao Wentworth).
      Sempre que quiser comente aqui ou me envie um e-mail para conversar sobre os livros.
      Um abraço.

  2. Diemy disse:

    Eu vi primeiro a adaptação de 2007 de Persuasão e só aí é que li o livro. Enquanto via a história foi como se me visse alguns anos atrás. De uma certa forma, eu continuo a ter muito de Anne Elliot, apesar de desejar ser mais como Elizabeth Bennett. Orgulho e Preconceito e Persuasão também têm um lugar de destaque para mim, nunca sabendo bem qual dos dois eu prefiro. Na realidade, eu amo as duas histórias mas identifico-me mais com a história de Anne e, apesar de ser um personagem ficcional, inclino-me mais para um homem como Wentworth. O capítulo em que Wentworth é apresentado no livro (capítulo 4) é um dos meus favoritos e fez-me apaixonar novamente pela sua personagem. Lembro-me de ter chorado imenso com o final mas não de alegria e sim de raiva, pela forma como Anne e a sua escolha em relação a Wentworth foram tratadas. Não consigo ver Anne como uma personagen boba e sim como uma personagem vulnerável na superfície e forte no seu interior. Só assim ela continuou aguentar e a se tornar ainda melhor ao longo dos anos rodeada pela sua família. Creio que é por isso mesmo que Wentworth não a conseguiu esquecer durante tantos anos. Ela completava-o de uma forma que nem mesmo ele conseguia acreditar ou compreender! Citando Catherine Earnshaw n’ O Monte dos Vendavais, no fundo Anne era Wentworth e Wentworth era a Anne. Depois que se encontra um amor assim, não se pode nem se deve esquecê-lo!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s