Orgulho e Preconceito 2005 – Curiosidades

  • Joe Wright não estava inicialmente interessado em Keira Knightley para interpretar Elizabeth, acreditando que ela era muito atraente. Ele mudou de idéia após conhecê-la, decidindo que sua atitude moleca seria perfeita para o papel .
  •  Keira Knightley estava se preparando para seu papel em Domino (2005), enquanto ela estava filmando O&P, e já tinha cortado o cabelo. Ela teve que usar um aplique durante as últimas semanas de filmagem e mangas compridas para esconder seus músculos.
  •  A cena mesa de jantar na casa de Lady Catherine foi a primeira cena filmada. A conversa de Elizabeth com Mr. Wickham sob a árvore foi a última. As filmagens naquele local, Burghley House em Linconshire, durou de 18 a 22 de julho de 2004, segundo o site da casa. No filme (e no livro), a casa é chamada Rosings. O filme foi gravado quase inteiramente em locações; o único cenário construído para o filme foi o salão da Assembléia Meryton onde Darcy e os Bingleys são introduzidos pela primeira vez, porque os salões de assembléia desse tipo já não existem mais na Inglaterra, ou pelo menos muito difícil de encontrar hoje em dia. A construção do cenário também permitiu que a equipe o construísse em suas especificações exatas. Filmar em um local real que fosse estreito teria sido incrivelmente difícil de qualquer maneira.
  •  As atrizes que compõem a família Bennett (Keira Knightley, Rosamund Pike, Jena Malone, Talulah Riley e Carey Mulligan) foram para o local da casa dos Bennet, em Kent, antes da equipe, e brincaram de Sardines (similar ao nosso esconde-esconde), a fim de conhecer melhor a casa e uns aos outros antes do início das filmagens.
  • Todas as seqüências exteriores de Pemberley e algumas do interior, incluindo a galeria de escultura, foram filmadas em Chatsworth House, propriedade do duque de Devonshire. Como a casa funciona como uma casa residência privada e também é a mansão mais visitada da Inglaterra, várias cenas do interior não poderiam, no entanto, serem feitas lá e foram em vez filmadas em Wilton House, Wiltshire.

  •  No início do filme, Elizabeth é mostrada lendo um romance intitulado “Primeiras Impressões” – este foi o título original de Jane Austen de seu romance antes que ela o alterasse para “Orgulho e Preconceito”. Além disso, o texto das páginas visíveis é legível quando em pausa, é o último capítulo de Orgulho e Preconceito, com nomes alterados.

  •  A cena onde Bingley ensaia a proposta de casmaento a Jane foi improvisada. Inicialmente, era para ser mais curta, mas Simon Woods foi tão bom que a cena foi alongada.

  • Rosamund Pike foi a primeira escolha de Joe Wright para o papel de Jane. Ela recusou o papel de Rita Skeeter em Harry Potter e o Cálice de Fogo (2005) para este filme.
  • Matthew Macfadyen (Mr. Darcy) tem uma visão muito ruim. Na filmagem da manhã nebulosa, o diretor, Joe Wright, estava atrás da câmera acenando uma bandeira vermelha para Macfadyen saber para onde caminhar.
  • Emma Thompson (Elinor – Razão e Sensibilidade 1995) fez uma participação não creditada e não paga e reescreveu o script. Ela recebeu um “Agradecimento Especial” nos créditos finais do filme. Uma das duas cenas que Emma Thompson escreveu foi a cena em que Charlotte Lucas diz a Elizabeth Bennet que ela vai casar com o Sr. Collins. A outra é a cena em que Elizabeth Bennet tenta dizer ao Sr e a Sra. Gardiner e Darcy sobre a fuga de Lydia com Wickham. Keira Knightley entrando e saindo da sala foi idéia de Emma Thompson, de acordo com o comentário de Joe Wright no DVD.

  • Quando Elizabeth está lendo a carta do Sr. Darcy e Charlotte chega e pergunta se ela está bem, você pode ver claramente a assinatura da carta: Fitzwilliam Darcy.
  • O final do filme nos EUA foi classificado como o melhor final de filme de todos os tempos pela Entertainment Weekly.

  • Jena Malone (Lydia) interpreta a irmã mais nova de Keira Knightley (Lizzie). Malone é na vida real mais velha do que Keira Knightley.
  • Romola Garai (Emma-2009) fez teste para o papel de Elizabeth Bennet.
  • O diretor Joe Wright conseguiu escalar Judi Dench (Lady Catherine) supostamente escrevendo uma carta para ela dizendo: “Eu adoro quando você interpreta uma megera”‘, e pediu à Donald Sutherland para fazer o papel do Sr. Bennet. Como Wright disse em uma entrevista em 2005, “Acabamos tendo uma longa correspondência de e-mail sobre tudo, desde a agricultura do século 18 ao meu relacionamento com meu pai. Eu escalei Donald por a) porque ele é um deus, e b) porque você precisava de alguém com aquela força para lidar com essas seis mulheres.” Em uma nota similar, ele mencionou que estava “relutante” em escalar Simon Woods como o Sr. Bingley, já que ele havia tido um relacionamento com a atriz Rosamund Pike (Jane): “Eu tentei muito não escalar o Simon, mas eu sabia que ele era perfeito . Finalmente liguei para a Ros e perguntei se ela se importava, e ela disse: “Absolutamente não”. Eles não se viam há dois anos mas no dia seguinte eles estavam dançando juntos. Foi lindo.”

  • Os freqüentes close-ups da mão de Matthew Macfadyen são uma referência ao fato de que o objetivo final da vida das irmãs Bennet é a “mão” de um homem rico em casamento, e um prenúncio do fato de que Elizabeth, de fato, eventualmente, ganha a “mão” de Darcy.
  • Matthew Macfadyen não leu “Orgulho e Preconceito” antes de gravar a adaptação para o cinema. Em vez disso, ele baseou o personagem de Mr. Darcy no script.

Fonte: IMDB


13 Comentários on “Orgulho e Preconceito 2005 – Curiosidades”

  1. Luciana Campelo disse:

    Adoro essas curiosidades! Gosto muito de assistir o filme com os comentários do Diretor e curto os bônus do DVD também.🙂

  2. sheila disse:

    amo a parte das ‘Regras de namoro” e concordo com o Matthew Macfadyen se essas regras ainda existissem seria muito mais fácil….porque nós saberiamos como nos comportar com uma pessoa do sexo oposto

  3. Luana disse:

    Concordo inteiramente, sobre o final do filme nos EUA, é lindo demais,
    perfeito, não me canso de ver!

  4. Samanta!! quanta coisa nova no seu blog! Posso publicar seu post?
    obrigada,

    Adriana

  5. Esse é o melhor filme que eu já vi na vida e continuo dizendo à quem quiser ouvir. Não me canso de ver e rever. Sempre me dá um sentimento feliz mas ao mesmo tempo vazio ao final do filme… É lindo demais e o último capítulo, o do beijo, não deveria ter sido excluído nunca. Completa o filme e fecha com chave de ouro!
    Amo demais, pra vida.
    Adorei o post. Beijos!

  6. Gesileide Oliveira disse:

    Adorei o filme. Um amor tão meigo.

  7. Elaine Azevedo disse:

    E´sem dúvidas o melhor filme que assisti até hoje, a história é perfeita, a sincronia entre os atores, tudo perfeito! posso assistir mil vezes e não me canso e sempre me emociono…maravilhoso! Esse vazio que a Carol diz sentir quando do final do filme é porque ele nos envolve, nos absorve, de tal forma que gostaríamos de estar vivendo, vivenciando tudo aquilo na realidade. É uma espécie de “transe” que ocorre ao assistí-lo e ao acordarmos ao final, quando de volta à realidade do nosso tempo, sentimos falta desse encanto, e a impossibilidade de trazer tudo aquilo pra nossa realidade é frustrante. Daí a sensação de vazio que fica ao final. Pouquíssimos filmes conseguem transportar o espectador para dentro da história, e fazê-lo sentir-se parte dela, como acontece com Orgulho e Preconceito. Filme maravilhosamente encantador!

  8. Elza disse:

    Já assisti tantas vezes, que conheço as falas…Filme, elenco, fotografia perfeitos.

  9. Lara Kaísa disse:

    Acho ele totalmente perfeito e encantador, quando assisti foi amor a primeira vista, aos meus 19 anos nenhum filme é mais inspirador que esse! ate ultimo 5 minutos atras não sabia que tinha a cena do beijoo :((


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s