Someone Like You – Adele

Acho que é a primeira vez que vou postar uma música aqui, mas não pude me impedir. Eu sou oficialmente uma alienada total, não vejo TV, não leio jornal, e não escuto rádio, e consequentemente eu acabo não conhecendo músicas novas, e fico sempre na minha mesma playlist de séculos atrás. Isso tem um lado bom pois meus ouvidos são poupados de coisas tipo Justin Bieber, Luan Santana, Restart e afins (deculpe-me quem gosta!), mas às vezes acabo perdendo preciosidades como essa música da Adele. Eu só conhecia Rolling in The Deep dela. Então, ontem minha assistente e amiga Suelem me mandou o link desse vídeo e disse para eu escutar essa música. Ela me conhece o suficiente para saber o impacto que a letra teria em mim. Depois da 10ª vez que escutei na mesma manhã, eu não sabia se agradecia ou estrangulava ela. Sei qual foi a intenção dela, por isso tenho que agradecer, mesmo que ainda não tenha a coragem que ela gostaria que eu tivesse para não vir a me lamentar como na letra dessa música, quando meu ‘someone’ já estiver casado e sossegado. Então aqui está o meu agradecimento. Mas se eu cortar os pulsos vocês já sabem quem culpar! (brincadeirinha… 🙂 tenho tendências melancólicas mas não suicidas!)

I heard that you’re settled down (Eu ouvi dizer que você está estabilizado)
That you found a girl and you’re married now (Que você encontrou uma garota e está casado agora)
I heard that your dreams came true (Eu ouvi dizer que os seus sonhos se realizaram)
Guess she gave you things I didn’t give to you (Acho que ela lhe deu coisas que eu não dei)

Old friend, why are you so shy? (Velho amigo, por que você está tão tímido?)
Ain’t like you to hold back or hide from the light (Não é do seu feitio se refrear ou se esconder da luz)
I hate to turn up out of the blue uninvited (Eu odeio aparecer do nada sem ser convidada)
But I couldn’t stay away, I couldn’t fight it (Mas eu não pude ficar longe, não consegui evitar)

I had hoped you’d see my face (Eu tinha esperança de que você veria meu rosto)
And that you’d be reminded (E que você se lembraria)
That for me it isn’t over (De que para mim não acabou)

Never mind, I’ll find someone like you (Deixe para lá, eu vou achar alguém como você)
I wish nothing but the best for you two (Não desejo nada além do melhor para vocês dois)
Don’t forget me, I beg (Não se esqueça de mim, eu imploro)
I remember you said: (Eu me lembro você dizer:)
“Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead” (“Às vezes o amor dura, mas, às vezes, fere”)

You’d know how the time flies (Você saberia como o tempo voa)
Only yesterday was the time of our lives (Ontem foi o momento de nossas vidas)
We were born and raised in a summer haze (Nós nascemos e fomos criados numa neblina de verão)
Bound by the surprise of our glory days (Unidos pela surpresa dos nossos dias de glória)

I hate to turn up out of the blue uninvited (Eu odeio aparecer do nada sem ser convidada)
But I couldn’t stay away, I couldn’t fight it (Mas eu não pude ficar longe, não consegui evitar)

I had hoped you’d see my face (Eu tinha esperança de que você veria meu rosto)
And that you’d be reminded (E que você se lembraria)
That for me it isn’t over (De que para mim não acabou)

Never mind, I’ll find someone like you (Deixe para lá, eu vou achar alguém como você)
I wish nothing but the best for you two (Não desejo nada além do melhor para vocês dois)
Don’t forget me, I beg (Não se esqueça de mim, eu imploro)
I remember you said: (Eu me lembro você dizer:)
“Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead” (“Às vezes o amor dura, mas, às vezes, fere”)

Nothing compares, no worries or cares (Nada se compara, nenhuma preocupação ou cuidado)
Regrets and mistakes, they’re memories made (Arrependimentos e erros, são feitos de memórias)
Who would have known how bitter-sweet (Quem poderia ter adivinhado o gosto amargo)
This would taste? (Que isso teria?)

Never mind, I’ll find someone like you (Deixe para lá, eu vou achar alguém como você)
I wish nothing but the best for you two (Não desejo nada além do melhor para vocês dois)
Don’t forget me, I beg (Não se esqueça de mim, eu imploro)
I remember you said: (Eu me lembro você dizer:)
“Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead” (“Às vezes o amor dura, mas, às vezes, fere”)


19 Comentários on “Someone Like You – Adele”

  1. Eu amoooo, esta música e adoro esta cantora…

  2. Évila Santana Mota disse:

    Olá Samanta!
    Que linda essa música tem tudo a ver com que estou passando agora.
    Geralmente quando fico um puco depre eu gosto de viajar pois ai a minha melancolia vai embora.
    Samanta eu estava até querendo viajar agora fim de ano para Gramado(RS) porém todos os hotéis estão ocupados devido a época de Natal, ja vi que vou ter que ficar por aqui em Salvador mesmo .
    Bjossssssssss.

    • Oi Évila!

      A música é linda mesmo, ainda não consegui parar de escutar de novo e de novo…
      Pena que você não vai poder vir, Gramado é uma cidade linda, e nessa época está lindamente decorada para o Natal Luz. Fica só as uns 50 minutos de carro da onde eu moro, mas nessa época do ano fica lotada de turistas, e é até mesmo difícil achar lugar pra estacionar, que dirá vaga em hotel. Recomendo uma visita no inverno, com sorte você pode até ser presenteada com um pouco de neve (eu nunca fui!), e fazer de conta que está na Europa. 🙂

      Beijos

      • Évila Santana Mota disse:

        Realmente essa época do ano é ruim para viajar vou deixar para ir em Gramada lá para Março só espero que não seja época de carnaval,quando eu for te aviso, quem sabe a gente não se vê.
        Referente a música ela é viciante não consigo parar de ouvir pelo que pesquisei a música está em primeiro lugar nas paradas do Reino Unido.
        Acho que vou me presentear no Natal com o CD que tem a música, na Saraiva está de R$22,90 e Americanas R$24,90.

      • Não sei quando vai cair a Páscoa ano que vem, mas nessa época a cidade também fica bastante cheia por causa da Chocofest. Se você vier podemos marcar sim!

        Eu baixei a música, mas também quero ver se compro CD e escutar as outras faixas.

        Beijos

  3. Márcia disse:

    Ela é uma das grandes e excelentes revelações musicais neste momento musical tão pobre!!! sem contar que ela tem uma personalidade forte e não se deixa influenciar por estereótipos modernos de beleza e cultura (silicones, botox e etc)… sabe admiro algumas considerações feitas por ela!!!

    • É verdade Márcia, e espero que ela continue assim. Como gordinha, fico muito contente de ver alguém como ela fazendo sucesso do jeito que ela é, sem precisar se enquadrar nos padrões estéticos da indústria.

      • Ao vivo:
        if you’ve ever had a broken heart you’re about to remember it now… (quem apresenta ela é James Corden – Planchet em Os três Mosqueteiros.)

        Gravado na casa dela, onde ela fala um pouco sobre a letra.

  4. claudia garcia moura disse:

    Oi Samanta
    Fiquei uns dias fora,por coincidência em Gramado!!Estava ótimo,mas muita gente na minha volta me deixa nervosa.Essa época do ano eu fico um tanto melancólica,não consigo evitar e nem aproveitar os tais festejos.Eu como você,evito muito tv e rádio,e pelo mesmo motivo.Por isso não conhecia essa preciosidade.Sei que Adele é uma cantora autoral.Canta o que escreve e escreve o que sente ou sentiu.A música,a letra,a voz…Que perfeição!Entra bem em sintonia comigo.Mas eu,Janeitista que sou,enquanto lia à pouco O&P(de novo,de novo e de novo)imaginava se Lizzie e Darcy não conseguissem resolver suas diferenças.Pra você ver que quando a gente está melancólica tudo fica em “sintonia”.Imaginava Lizzie tendo que passar pela situção que a letra descreve.Fiquei com pena da Adele,ela passou por isso.De ver uma relação terminar e depois se dar conta que era “O” amor de sonho,e ela estava equivocada.Segundas chances não são para qualquer um.Desculpe a minha deprê.É que hoje tem GRENAL e eu me refugiei um pouco e precisava conversar.Bjus

    • Oi Claudia,

      Parece que por aqui ninguém gosta das festa de fim de ano!
      Prefiro nem imaginar Darcy e Elizabeth nessa situação. É algo que não desejo para ninguém, muito menos para os meus personagens favoritos.
      Eu me imagino passando por algo do tipo, pois a probabilidade é grande, mas sempre tento ser positiva e imagino que quando acontecer, finalmente vou ser capaz de seguir em frente… com arrependimentos ou não.
      Nem sabia que tinha GRenal, sou colorada do mesmo modo que sou católica: não-praticante.
      Bjo.

  5. Luene Petris disse:

    Amo as músicas da Adele e recomendo uma q eu adoro pra vc ouvir “Set fire to the rain”, tô te mandando o link da letra/tradução e tem um clip tbm: http://letras.terra.com.br/adele/1817618/traducao.html

    Bjão

  6. Renata T disse:

    Essa música é muito linda mesmo! Provavelmente passarei por essa situação, só não sei ainda em qual das partes. E para falar a verdade, não sei qual das duas é pior… =/

  7. Luciana disse:

    Uau! Não conhecia esta música e fiquei arrepiada com a letra. 🙂

  8. Nana disse:

    Oi. Essa música é linda. Uma das minhas favoritas dela.

    Tb descobri Adele através de Rolling in the deep, ao ver o clipe na tv. Aí comprei os CDs dela 19 e 21.

    Em 19 tem uma música chamada First Love que, pra mim, é a música que antecede a história de Someone Like You. Em First Love ela se despede do primeiro amor. E em Someone Like You é como se ela se arrependesse, mas percebesse que é tarde demais.

    pelo menos, é a minha interpretação das músicas. Já que adoro ver historinhas romanticas e trágicas por detrás das letras de música.

    So little to say (Tão pouco a dizer)
    But so much time (Mas tanto tempo)
    Despite my empty mouth (Apesar do meu silêncio)
    The words are in my mind (As palavras estão em minha mente)
    Please wear the face (Por favor, use aquela expressão)
    The one where you smile (Aquela em que você sorri)
    Because you (Porque você)
    Lighten up my heart (Ilumina o meu coração)
    When I start to cry (Quando eu começo a chorar)

    Forgive me first love (Perdoe-me, primeiro amor)
    But I’m tired (Mas estou cansada)
    I need to get away (Eu preciso escapar)
    To feel again (Para sentir de novo)
    Try to understand why (Tente entender por que)
    Don’t get so close (Não chegue tão perto)
    To change my mind (Para mudar a minha mente)
    Please wipe that look (Por favor, tire este olhar)
    Out of your eyes (De seus olhos)
    It’s bribing me (Está fazendo com que)
    To doubt myself (Eu duvide de mim mesma)
    Simply, it’s tiring (Simplesmente, é cansativo)

    This love has dried up (Este amor evaporou)
    And stayed behind (Ficou para trás)
    And if I stay (E se eu ficar)
    I’ll be alive (Ficarei viva)
    Then choke on words (E depois sufocada em palavras)
    I’d always hide (Que sempre esconderei)
    Excuse me first love (Com licença, primeiro amor)
    But we’re through (Mas estamos terminados)
    I need to taste the kiss (Eu preciso provar o beijo)
    From someone knew (Se alguém novo)

    Forgive me first love (Desculpe-me, primeiro amor)
    But I’m too tired (Mas estou muito cansada)
    I’m bored to say (Estou entediada de dizer)
    The least and I (que no minimo)
    I lack desire (me falta desejo)
    Forgive me first love (Perdoe-me, primeiro amor)

  9. Josiane Machado disse:

    As músicas da Adele tocam na alma!

    Seus post são ótimos, parabéns Samanta!

  10. Évila Santana Mota disse:

    Olá Samanta eu estava lendo um poema lindo mas um pouco melancólico que tem um pouco haver com a música Someone Like You.
    O poema é esse:
    Quem foi que disse…
    Que eu não poderia te deixar para trás?
    Que eu não te esqueceria?
    Que eu morreria sem você?
    Eu ainda não entendo como posso… Mas agora sei que posso.
    Não vou mentir isso realmente me fez sofrer.
    Você tentou me matar… Bem devagar… Bem sutilmente, você tentou.
    Tantas promessas, tantos sonhos…
    Eu vou me libertar.
    De velhos hábitos.
    De velhas verdades.
    De velhos medos.
    Eu descobri que posso viver… Que finalmente posso continuar o meu caminho.
    Vou sair desse mundinho só meu e seu.
    Vou viver… Sem destino…
    É bem verdade que será uma vida vazia.
    Mas não terei em troca que me humilhar.
    Eu vou… Pra bem longe… Tão longe que eu não possa mais voltar.
    Vou continuar e te deixarei para trás…

    Desculpe pela minha deprê, mas lembra que eu comentei eu meio que estava gostando de um rapaz lá na empresa que nem sabe que existo,pois é para piorar a minha situação ele está dando em cima de uma colega minha do trabalho,mas como se diz : o amor platônico é o vício sobre uma pessoa amada que não tem nada a ver com você e que não gosta de você,mas você gosta dele porque ainda não encontrou ninguém melhor ele.
    Bjosss.

    • Oi Évila,

      O poema é realmente lindo e um tanto deprê… Não precisa pedir desculpas não! Todos temos nossos dias e eu volta e meia também solto uns desabafos aqui, qualquer dia desses vou até deixar escapar o nome da criatura que assombra meus pensamentos… É bom ter um meio de dizer como a gente se sente. Essa situação que você está vivendo deve ser difícil mesmo. Eu ainda tenho um pouco de sorte de não ver o meu ‘platônico’ atualmente e mesmo quando eu sabia onde e quando poderia encontrar sempre procurei me manter afastada, aquela velha história ‘o que os olhos não veem o coração não sente’, o que é a maior mentira do mundo, mas na falta de solução melhor… Mas maldito Orkut e Facebook, de vez em quando caio em tentação e vejo que está acontecendo do lado de lá.
      Vamos ser positivas, quem sabe no ano que vem a gente conheça o nosso ‘alguém melhor’ e esqueçamos dessas paixões platônicas que só fazem sofrer.

      Beijos

  11. Évila Santana Mota disse:

    PS: Desculpa pelo desabafo estava precisando.

  12. Elaine da Silva Santana disse:

    Boa noite, Samanta!
    Ahhhh, vou estrangular sua amiga também. =(
    Já havia ouvido muito essa música, mas nunca procurei a tradução ou história por trás dela. Acabei lendo aqui e é tão triste… (ou sou eu e minha semana de fragilidade)
    Num outro post seu, com a citação de Persuasão, falei que troquei figurinhas com um amigo, sobre Homens em relacionamentos.
    Bom, falando com ele e ouvindo as experiências do outro lado da força (!), concluí que às vezes, por mais que doa ou que a gente fique presa, é necessário deixar as pessoas irem, e nos permitirmos pra novas chances. Uma hora dá certo, e pelo menos dá pra ter o essencial: que é amar e amado ser (citando Moulin Rouge).

    Ando vivendo algo assim. De uma platonice mal-correspondida de 1 ano atrás. Mas espero que meu antigo ‘someone’ fique bem por lá, enquanto, quem sabe com sorte e sem perder a fé, eu fique bem por cá.

    Beijos e boa sorte pra nós!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s