Confissão do Dia (4):

Às vezes assistir Orgulho e Preconceito é a única coisa que irá me acalmar e fazer meu dia melhor.

Depois de ouvir todas as ‘confissões’ de vocês no post sobre as minhas reações ao assistir o filme Orgulho e Preconceito, me inspirei a escrever mais essa. Eu descobri o filme numa fase bem difícil da minha vida, e toda vez que eu assistia me fazia sentir um pouco melhor. E essa sensação só foi se intensificando com o tempo. Tenho três cópias do DVD, sendo que uma carrego sempre comigo na pasta no meu note para quando bater a vontade eu possa saciá-la de uma vez. Tenho sorte por ter um emprego que me permite muita liberdade apesar de ser em um escritório e eu ter um bocado de responsabilidade, mas meus patrões não ligam muito para as minhas excentricidades. Talvez algumas de vocês devem ter percebido que alguns posts são feitos em horário comercial… pois é. Eu carrego meu note comigo para o trabalho e escuto música, de vez em quando ponho um filme para tocar enquanto faço minhas coisas. E tem AQUELES dias, e não sei porque geralmente esses dias são sexta-feira para mim, em que tudo que poderia dar errado dá errado… aqueles dias em que você quer largar tudo e ir para casa… Nesses dias Orgulho e Preconceito ajuda a me acalmar. A coisa é tão engraçada que até minha colega de sala diz: ‘Porque tu não coloca Orgulho e Preconceito? Sempre te faz tão bem quando tu assiste.’ E isso é um fato! Eu não preciso realmente assistir, só ouvir já me acalma, e nos melhores momentos eu dou uma paradinha para assistir, dou uns suspiros e volto a trabalhar. É a arma mais eficaz para o stress que eu já descobri. Ocasionalmente, também assisto ao final de Norte e Sul. Aquele encontro na estação e o Richard Armitage também fazem milagres. O mundo sempre parece um lugar melhor quando eu vejo isso:

Anúncios

7 Comentários on “Confissão do Dia (4):”

  1. Elaine da Silva Santana disse:

    Ah, isso me lembra que nesses dias eu estive muito³³³³ afim de assistir O&P novamente. Por coincidência com você, minha vontade também bateu justo nessa semana que está sendo meio difícil. Acho que O&P é mesmo revigorante, só não tinha associado que podia ser uma ótima pedida justo contra o stress. 😀

  2. Ester disse:

    O&P tiro e queda contra a deprê.
    até rimou! rsrsrsrrsr

    achei esses doi vidios nas minhas andanças oelo Youtube

    recomenda romances de epoca a maioria eu ja assisti e estou ja fazendo a lista dos que eu não conheço para poder ver nesse fim de ano
    tem até o conde de monte cristo os dois videos são muito bem feitos
    deixo os links,para quem ficou curioso.

    bejos samantha ,eu estou muito feliz por encontrar alguem que compartilha as minhas doidices.

    nesse blog descobri que não to sosinha nisso.

  3. Flavia Alinee disse:

    Idem, Ibidem, eternamente. Sempre que eu fico até de Madrugada estudando, quando eu termino, não importa a hora, eu sempre dou um jeito de ver ao menos um trecho, de ler algo sobre, de ver uma foto, o que não é difícil sendo que é frequentemente meu plano de fundo.
    Algumas pessoas chamam de obsessão, mas, eu acho que é um tipo de Amor, porque é algo que sempre faz bem, e definitivamente, P&P é meu remédio pra muitos males.

  4. claudia garcia moura disse:

    Samanta
    Assistir,ler,ver,falar..
    Já havia notado que funcionava comigo.Logo que eu descobri a minisérie,eu via quase todo dia e lia os livros da Jane seguido.Minhas colegas até hoje dizem quando me veêm com O&P,”Esse livro de novo?”.E as que me conhecem mais dizem”Ah! A Claudia tá carente…”.Eu digo que é revigorante e saudável.Quando descobri o filme então;NOOOOSSSAAA!!!Foi melhor ainda.Tenho quase tudo que encontro dele.Não assisto com mais frequencia porque meu marido “ODEIA” O&P.E entro no blog,”papeio” com outras pessoas,troco figurinhas,rio.É uma terapia,não sabe o bem que me faz,pelo menos no meu caso.Por que um pouco de O&P é melhor do que nada,e é suficiente para mudar o meu humor,deixando sempre uma sensação boa.Bjus

  5. Deborah disse:

    Em todos os momentos, P&P me faz feliz, qualquer uma das duas últimas versões ou o livro. Ador ver Bridget Jones, Notting Hill e Love Actually também, mas ultimamente, é com P&P que eu consigo encarar meus problemas como se eles não fossem tão horríveis quanto às vezes parecem. Tenho adorado poder conversar contigo também, Samanta. Até então, eu não tinha ninguém pra falar de um assunto que me traz tanto prazer 🙂
    Enfim, a Jane Austen com certeza mudou minha vida e minha forma de encarar as coisas que aparecem. Eu sempre lembro da personagem da Meg Ryan em Mensagem Pra Você, quando ela diz que já leu centenas de vezes P&P e sempre fica angustiada pra saber se o Darcy e a Elizabeth acabam juntos mesmo no final. E acho que por isso que eu leio fanfics e afins, o importante não é o final, quase sempre certo e feliz, o importante é o caminho, e cada vez que eu leio/vejo o “caminho”, e consequentemente o final, eu fico mais leve.
    Bom saber que não sou a única!
    Beijos!

    • Também tenho adorado os nossos ‘face-chats’! Antes de ter esse blog e conhecer vocês eu também não tinha com quem trocar idéias. Coitada das minhas amigas me escutavam com a maior paciência, mas nunca tinham nada para dizer sobre isso!
      Beijos!

  6. Luciana disse:

    Este filme me trouxe muitas alegrias e é sempre um remédio para os momentos de tristeza.

    Por causa deste filme fiz amizades maravilhosas e o universo Jane Austen é muito bom!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s