Razão e Sensibilidade – Jane Austen

Razão e Sensibilidade foi meu primeiro contato com Jane Austen, muito antes de saber se quer quem ela era. Me lembro de ter assistido ao filme quando era muito mais nova, e na época não dei muita importância pois coisas de época não eram minha praia. Como a gente muda não é? E R&S foi o segundo livro que eu li logo que descobri Jane Austen, e atualmente a história das irmãs Dashwood seria o terceiro colocado na minha preferência de livros dela. Depois de Anne Elliot de Persuasão, outra heroína com qual me identifico muito é Elinor. Ela é calma, contida, reservada a ponto de passar a impressão de frieza, quando por dentro ela está sofrendo e sentindo tanto quanto a excessivamente romântica e impetuosa Marianne. Aliás, durante grande parte do livro eu tenho vontade de estapear a Marianne, e (podem atirar os tomates), eu acho que ela não merecia o Coronel Brandon. Aliás, um ponto de discussão é exatamente ela ter tido o final feliz dela com ele. O único problema de Razão e Sensibilidade para mim é a falta de atrativos em seu herói (se é que podemos chamá-lo assim) Edward Ferrars. Ele é quase um Edmund Bertram, mas ao contrário dele, Edward ainda possui alguns traços que o redimem. O pior mal dele é um que infelizmente não posso condenar pois possuo também, que é a timidez. O Edward sempre passa a sempre passa a impressão de alguém que nunca está à vontade, que nunca relaxa… “Jamais pretendo ofender, porém sou tão estupidamente tímido que em geral pareço negligente, quando na verdade apenas estou tentando livrar-me de minha natural falta de jeito.” “A timidez é apenas o efeito de um complexo de inferioridade, de um jeito ou de outro. Se pudesse me convencer de que me movimento e ajo com gestos perfeitamente à vontade e elegantes, eu não seria tímido.” Esse é Edward Ferrars. Algo que sempre me passa pela cabeça é que Elinor e o Col. Brandon seriam perfeitos um para o outro. Alguém mais já pensou nisso?

O filme de 1995 é lindo, e conta com um grande elenco como Hugh Grant, Emma Thompson, Kate Winslet e Alan Rickman. Geralmente eu não gosto quando os atores tem uma idade muito diferente do papel que interpretam, mas Emma Thompson me fez esquecer completamente disso interpretando Elinor, que no livro teria 19 anos, aos 36 anos de idade. Hugh Grant com certeza está ótimo como Edward Ferrars, pois eu acho que ele deveria ser estranho mesmo daquele jeito, mas eu gosto muito mais dele interpretando cafajestes e caras engraçados do que mocinhos de época. Quem rouba a cena para mim no filme é Alan Rickman como Col. Brandon é claro.

E igualmente linda é a série de 2008. Dessa vez não tenho como escolher uma adaptação. Como tudo que já assisti até hoje da BBC a série é linda e feita com cuidado de cenários, locações, trajes e elenco. E Dan Stevens como Edward Ferrars conseguiu atrair minha atenção bem mais do que Hugh Grant. E ele e a atriz que interpreta a Elinor tiveram mais química juntos também. Minha única reclamação ficaria na escolha de Willoughby. Fãs do Dominic Cooper não me entendam mal! Eu gostei dele em Mamma Mia e em A Duquesa, mas ele não me convence no papel do charmoso e sedutor Willoughby. Nesse ponto, Greg Wise com certeza me convence muito mais. Aliás, de todos os bad-boys de Jane Austen, talvez ele seria o único capaz de me passar a conversa se eu estivesse em um dos meus momentos de romântica tola à la Marianne Dashwood…

O filme tem para download aqui: Razão e Sensibilidade 1995e a série de 2008 aqui em rmvb: Razão e Sensibilidade 2008. E aqui para baixar em avi por torrent + legenda: Razão e Sensibilidade 2008. . Para quem quiser comprar, o filme é super fácil de achar pois foi relançado recentemente em uma caixa cor de rosa numa edição para colecionadores. E a série é uma das que a LogOn lançou com legendas em português e está à venda nos sites da Livraria Cultura e Saraiva. E há também uma adaptação moderna, Sem Prada Nem Nada, que já postei aqui, e mais uma a ser lançada chamada Scents & Sensibility. O livro tem para baixar no 4shared.

Anúncios

22 Comentários on “Razão e Sensibilidade – Jane Austen”

  1. Haydée disse:

    Concordo com você, Samanta. Não vejo grandes méritos na Marianne, e não entendo o motivo dela ter um final feliz. Ela merecia, isso sim, levar uns bons tabefes, para largar mão de ser tão egocêntrica. Já a Elinor é fenomenal, e merecia mais que o Edward, na verdade concordo mais uma vez com você, ela e o Cel. Brandon formariam um par perfeito!

  2. claudia garcia moura disse:

    Para mim R&S foi meu 2°livro de Jane Austen e o li em 2 tempos.É o meu 3°livro favorito,depois de O&P e Persuasão.Há época que o li pela 1°vez foi uma época que eu não queria ler nada e desgostei muito.Depois de algum tempo dei uma 2°chance.Sempre me identifiquei mais com Elinor do que Marianne,tive inclusive o mesmo pensamento,queria estapeá-la.Adoro o Coronel Brandon,que junto com Elinor são os meus preferidos no livro.Sofri muito com os dois,Elinor não merecia o bundão do Edward Ferrars,mas ela o amava.Me angustiei também quando Marianne descobri como Willoughby é realmente.Mas pra mim o troféu Wickham do romance vai para Lucy Steele.A abomino!E por cima se deu bem no final.Com o Coronel Brandon tive a mesma opinião,ele não merecia Marianne.E será que ela soube fazê-lo feliz?Tomara!A miniserie eu ainda não vi,mas entra na lista de começo de ano.Bjus

    • Eu acho que a Marianne era muito imatura para um homem como o Coronel Brandon, eles tinham quase 20 anos de diferença, e fora as personalidades que eram opostas…
      A Lucy Steele e mesmo uma megera!

  3. Verena disse:

    Concordo com sua colocação sobre a Marianne, pessoinha detestavel juntamente com a Lucy Steele.

  4. Évila Santana Mota disse:

    Também concordo que o Col Brandon e Elinor mereciam ficar juntos, não é a toa que no próprio livro o irmão dela acham que estava rolando uma química entre os dois e que eles iriam se casar. A Mariane ta para nascer uma menina tão chata como ela que menina insurportável.
    Eu tenho os dois dvds 1995 e 2008.
    No de 2008 a única coisa que eles falharam foi justamente na relação de Elinor com o Col Brandon no livro eles conversam bastante tem uma bela amizade e na série o que pecou foi nisso pois há pouquíssimas cenas deles juntos o que é uma pena .

  5. Lia Christo disse:

    Bom, sendo totalmente sincera, devo confessar que apesar de ser fã de Jane Austen, não gostei muito deste livro não. Acho que o problema tenha sido justamente uma pessoa tão sem sal e tão egocêntrica como a Marianne, conseguir se dar bem no final. Ficando justamente com um homem maravilhoso como o Coronel, que a meu ver deveria ter ficado com Elinor. Acho que seria o casal perfeito. E quanto a detestavel da Lucy Steele, merecia um bons tabefes a moda antiga. Talvez algum dia eu crie coragem e ânimo e leio novamente para ver se minha opinião muda…

  6. Amanda disse:

    Nossa Samanta, poucas pessoas me entendem quando eu reclamo da Marianne. Ela não merecia o Cel. Brandon, ele é muito pra ela. Eu gosto da Elinor e acho que o Edward é um banana. Talvez a Elinor deveria ter ficado com o Brandon (ou eu viajei demais?)

    • Não viajou não. Brandon e Elinor eram mais compatíveis do que seus outros pares. A Marianne era boba e imatura demais para ele.

    • Lillian disse:

      Nossa, pensei que só eu achava isso kkkk Elinor e Brandon seriam perfeitos, ambos maduros, os personagens caem super bem um com o outro *-*

  7. Évila Santana Mota disse:

    Olá Samanta !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Eu não sei se você já sabe mas descobri visitanto um outro blog sobre Jane Austen que a atriz Hattie Morahan que interpreta a Elinor na versão de 2008 é casada com o ator Blake Ritson o ator que interpretou Edmund Bertram na versão 2007 de Mansfield Park e o Mr Elton de Emma 2009.
    Beijosss

    • Oi Évila!

      Eu vi uma foto deles juntos num tumblr, mas não sabia que eram casados. O post era bem engraçado sobre troca de casais nas adaptações de Jane Austen, e dizia que a Elinor tava saindo com o Edmund.

  8. Marcia disse:

    Que bom! Achava que era só eu que detestava a Marianne! Graças a Deus estou em excelente companhia, e a única coisa que eu gosto do Edward é a declaração de amor para a Elinor. Antes de saber como terminava. eu achava que o Cel. Brandon iria terminar com a Elinor e não com a Marianne… Bem, ainda quero…

  9. Beatriz disse:

    Na verdade eu gostei muito das personagens Elinor e Marianne. Esta última, apesar de parecer irritante ,não está longe de ser compreendida,afinal,não é incomum encontrar pessoas adoraveis ou de boa índole que infelizmente não saibam controlar seus sentimentos,ou pelo menos administra-los de forma mais plausível. Eu não a vi como mimada mas sim como uma pessoa que não tem controle sobre seus próprios sentimentos(outro fator muito levado em conta no livro é que Marianne abomina qualquer tipo de falsidade,então para ela agir como se estivesse tudo bem seria uma espécie de mentira, iria contra sua verdadeira situação). E afinal, no fim do livro fica claro que a personagem se tornou mais racional e madura do que era.
    Aliás o fim do livro foi o que mais me decepcionou. Além de muito corrido não convenceu de primeira do amor que Marianne passou a sentir pelo coronel Brandon,embora enfatizasse a alegria que o personagem vivênciou. Só me convenci de verdade ao ler : “Marianne jamais podia amar pela metade,e todo o seu coração se tornou, com o tempo,tão devotado ao marido quanto antes o fora a Willoughby.” levando em consideração sua personalidade de ser verdadeira, ela não casaria com alguém sem amar de verdade.
    Quanto a Elinor ela me lembra Elizabeth,personagem com a qual me identifico muito.

  10. Beatriz disse:

    Gostei do livro,não tanto quanto Orgulho e preconceito, pois acho que pecou muito no fim,tendo um final corrido e convencendo pouco(à não ser a quem prestou atenção na personalidade dos personagens) no real amor que surgiu entre Marianne e coronel Brandon. Me identifiquei muito com a personalidade de Elinor,assim como a Elizabeth.
    Quanto à Marianne,eu gostei da personagem. Acho que embora tenha parecido mimada, seu comportamento não está longe de ser compreendido. Quantas vezes encontramos pessoas maravilhosas que entregam-se de forma tão cega e absoluta aos sentimentos que chegam a parecer irritáveis? Foi isso que vi na personagem. Não era mimada ou egocentrica,prova disso foi sua tentativa de controle emocional ao saber da dor da irmã. No fim,porém foi mostrado que ela mudou seu comportamento,se tornando mais controlada,e não duvido que verdadeiramente tenha amado Brandon,até pq como foi dito, seu coração (e personalidade sincera) passou a ama-lo tanto quanto amou Willoughby.

  11. mary disse:

    Pessoal, mudando de assunto, rsrs. Eu comprei o dvd de razão e sensibilidade de 2008, e fiquei meia que sem entender o primeiro episodio, em que aparece duas pessoas (quem viu, viu não vou descrever rsrsrs) mas não aparece o rosto deles. Quem ja viu, alguem poderia me explicar??

    • Bem no início, um casal em momentos íntimos? Pelo que eu me lembro é para ser o Willoughby e a Eliza (protegida do Coronel Brandon). Lembra que ele é para ter engravidado a moça e abandonado? Acho que era eles “concebendo” o bebê.

  12. mary disse:

    E eu tbm concordo, o Edward era um idiota, mesmo amando Elinor, iria se casar com a outra, só não se casou pq a outtra deu um “chute” nele. Se não fosse por isso, com certeza ele iria deixar de lado o amor por ela e se casasse. Preferia Elinor e Col. Brandon.

  13. Dandara disse:

    Pensei que eu fosse a única pessoa no mundo que torcia para que o Coronel Brandon se casasse com a Elionor. Mas vendo as personalidades deles tão parecidas, provavelmente o casamento deles teria sido um casamento fraternal e não um casamento apaixonado. Marianne apesar de ter me irritado profundamente, era verdadeira e se casou com o Coronel o fez feliz. Também não gosto de Edward, apesar do seu cavalheirismo ele não me convence, não seria o homem por quem eu suspiraria. Na minha opinião os que mais me cativaram por ordem foram logicamente o Coronel Brandon e em segundo lugar o Senhor Darcy!

  14. Ana disse:

    Primeiro parabens pelo blog Samanta!
    Por favor teria como trocar os links da série? Pelo que me parece eles estão off e eu gostaria MUITOOO de assistir! Desde de já agradeço! 😉


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s