Aventuras pela Inglaterra de Jane Austen: Bath

Convidei minha amiga Deborah para nos contar um pouco das experiências dela na Inglaterra. Teremos um post para cada lugar, iniciando hoje com Bath. Espero que gostem! (cliquem nas imagens para ampliá-las).

Oi! Meu nome é Deborah e eu sou uma super fã de tudo que é relacionado com Jane Austen, além de achar que nasci no país errado e que meu lugar mesmo é a Inglaterra. A Samanta me convidou para compartilhar aqui no blog algumas das minhas aventuras pela Inglaterra. Espero que vocês gostem 🙂

BATH

‘Chegaram a Bath. Catherine estava ansiosa e encantada. Seus olhos estavam aqui, ali, em todo lugar, enquanto se aproximavam de seus belos e impactantes arredores, passando, em seguida, por aquelas ruas que os conduziam ao hotel. Ela queria estar feliz e já se sentia assim’.A Abadia de Northanger

A maioria dos turistas vai a Bath para conhecer os famosos Banhos Romanos (Roman Baths), mas a verdade é que os tais Banhos eram a ultima coisa na minha cabeça quando cheguei em Bath pela primeira vez. Visitei a cidade três vezes, na primeira, só pude passar algumas horas lá; na terceira fui para me despedir; na segunda tive um dia inesquecível e é a que eu vou relatar aqui.

 Era sábado de manhã e o sol estava começando a dar as caras. Resolvi voltar a Bath, pois sabia que naquele dia se iniciaria o Jane Austen Festival, que acontece todo o ano na cidade. Mesmo não podendo participar (o festival dura por cerca de dez dias e eu tinha que voltar às aulas em Londres), quis tentar ver como era. Saio da estação de trem e já começo a ver pessoas vestidas com roupas de época, vestidos longos, cintura imperial, sombrinhas e leques. Parecia que eu tinha voltado no tempo.

Chegando ao centro da cidade, vejo um aglomerado de pessoas reunidas, homens, mulheres e crianças, todos vestidos como se tivessem saído de um livro da Jane. Eu só não pulava de felicidade por estar vendo tudo aquilo porque não seria nada ladylike (não que eu seja uma lady, mas vendo aquele povo todo vestido como personagens de um livro inspirou minha boa educação 🙂

Fui, então, em direção ao Jane Austen Centre, tentando bater os turistas para rever a exibição – e fazer umas comprinhas irresistíveis na gift shop.

A recepção é, de cara, ótima.

A recepção é, de cara, ótima.

O Jane Austen Centre (JAC) é dedicado aos anos em que a Jane passou em Bath (1801 até 1806) e aos dois romances que tem a cidade como pano de fundo, Persuasão e Abadia de Northanger.

O tour se inicia com um dos funcionários do local, devidamente trajado com roupas de época, contando uma breve biografia da Jane, relacionando a vida da autora com a ficção que ela escreveu e a cidade na qual estamos. Depois disso, o visitante fica livre para ver a exposição em seu próprio ritmo. Trajes e curiosidades da época é o que não falta.

Além disso, na última sala da exibição, vemos fotos e autógrafos de vários atores e atrizes que deram vida aos nossos personagens preferidos. Quase dei um gritinho quando vi o Matthew lá também.

Depois da visita à exposição, a parada na gift shop é obrigatória. Todas as três vezes que fui pra Bath fiz um rombo na conta bancária com a quantidade de coisas legais que comprei lá. Não me arrependo de nada 🙂

Tudo lá é inspirado nas obras da Jane, até a placa do banheiro: Elizabeth para as mulheres, Mr. Darcy para os homens:

Saindo do JAC, fui até o Royal Crescent, ponto turístico obrigatório para quem vai a Bath e onde foi filmada a cena em que a Anne sai correndo atrás do Cap. Wentworth depois de ler a carta em Persuasão (2007).

Royal Crescent

O JAC também promove “Jane Austen Walking Tours”, que são passeios a pé pela cidade com um guia que sabe muito sobre Jane Austen e Bath. Então, lá fui eu para um tour sobre a minha escritora preferida.

Essa é a casa da Jane em Sidney Place n° 4.

Essa é a casa da Jane em Sidney Place n° 4.

Em cerca de duas horas, a guia (no meu caso uma mulher, mas também há homens fãs de Jane Austen fazendo o trabalho) apontou vários locais chave tanto em Persuasão quanto em Abadia Northanger, assim como os locais nos quais a Jane viveu e que ela conhecia tão bem. Infelizmente, o tour não nos leva até a única residência da Jane em Bath que tem uma placa em sua homenagem, já que a casa fica um pouco mais afastada do centro da cidade. Após o tour, lá eu fui sozinha, em busca de uma placa, tão simples, mas tão cheia de significado. Mais uma vez, quase saí dando pulinhos no meio da rua.

Depois de tudo isso, os Banhos Romanos tiveram que ficar para a próxima visita.

Até a próxima,

Deborah

Links úteis:

Jane Austen Centre http://www.janeausten.co.uk/

Roman Baths http://www.romanbaths.co.uk/



47 Comentários on “Aventuras pela Inglaterra de Jane Austen: Bath”

  1. claudia garcia moura disse:

    Que maravilha!!!Obrigado,Samanta e principalmente a Deborah por compartilhar suas experiências.É um sonho antigo meu e acho que de toda Austenmaníaca.E um dia vou realiza-lo.Imagina se eu estando lá não daria um jeito de ficar cara a cara com o Colin e o Matthew.Meu Deus,iam me deportar.KKKKKK Mas a Deborah não teve nenhuma oportunidade de vê-los?Tomara que sim!!

    • Deborah disse:

      Oi Claudia!
      Que bom que você gostou, foi muito legal mesmo conhecer todas essas coisas relacionadas com Jane Austen.
      Infelizmente não tive a oportunidade de conhecer nem o Matthew nem o Colin, o máximo que eu consegui foi ir no museu de cera e tirar muitas fotos com a estátua do Colin. Quem sabe da próxima vez que eu for o Matthew não esteja fazendo alguma peça de teatro? Já pensou?😀😀
      Beijos
      Deborah

  2. Ingrid disse:

    GENTE, QUE MÁXIMO! Fiquei com mais vontade ainda(se for possível) de ir a Inglaterra. Sou apaixonada pelo lugar, sempre digo que vou morar lá. É um sonho antigo.
    Obrigada Samanta. E obrigada Deborah por compartilhar tão incrível experiência. =D

    • Deborah disse:

      Oi Ingrid!
      Pra mim também morar em Londres era um sonho antigo, sempre quis. Eu fiquei 9 meses em Londres e deixei de ir visitar outros países pra viajar pelo Reino Unido. Eu amo muito aquele lugar. Ainda vou voltar a morar lá. Espero que você também possa realizar esse sonho.
      Beijos,
      Deborah

      • Ingrid disse:

        Oi Deborah!
        Nossa, deve ter sido maravilhoso! Também deixaria fácil, fácil a viagem pra outros países pra conhecer melhor o Reino Unido. Tem tantos lugares pra ver. Queria visitar a Escócia também, você foi lá?
        Ah, se eu visse o Colin na rua… JESUS! Infartava na hora! HAIUEHAIUEHAIUEHAUIE
        Obrigada pela atenção e espero que você volte pra lá o quanto antes. =)
        Beijão.

      • Deborah disse:

        Te confesso, Ingrid, que um pedacinho do meu coração ficou na Escócia, onde eu só fiquei 4 dias, e me apaixonei pelo país. É lindíssimo! As paisagens parecem um sonho, coisas que o homem ainda não tocou, sabe? Outro lugar para onde eu quero voltar. A Irlanda também é de tirar o folego!
        Se eu visse o Colin ou o Matthew na rua eu ia ficar que nem uma idiota, não sei nem se iria conseguir pedir pra tirar foto, de tão sem chão que eu iria ficar. Mas a gente nunca sabe, né?
        Beijos

  3. Ohhh Deborah,

    Que dia maravilhoso! Vou ter que voltar a Bath com certeza pois quando fui acho que ainda não tinho o JAC. Fui mesmo ver os banhos romanos. Mas quando assisti Persuasion eu dei um grito no meio do filme, “Eu já estive nessa rua!!!!” Foi muito bom, mas a próxima visita vai ser melhor ainda!

    Obrigada por compartilhar conosco essa maravilha de aventura. Samanta, seu blog é 10!

    Austenesque Salutations!

    Rita Watts

    • Deborah disse:

      Rita, dearest!
      Uma das minhas atividades preferidas depois de ter ido a Inglaterra é ver filmes e ficar “eu já fui aí!!!” ou “ahhh, eu andei nessa rua” e coisas do tipo. Considerando que eu também faço catálogo de atores (fulanos fez tal e tal filme, etc), eu me pergunto o quanto eu realmente presto atenção nas coisas que eu assisto… hehehe😛
      Beijos,
      Deborah

  4. Ingrid disse:

    Deborah, caraca! Sei sim, são essas paisagens que me fazem suspirar e pensar: ‘Nossa, como eu queria estar lá.’ Já são incríveis por fotos ou pela tv, imagine ao vivo! Vontade de ir e não voltar mais.
    Quanto ao Colin e ao Matthew: é, a gente não sabe, mas acho isso BEM provável de acontecer. Espero que eu me saia bem. HAIUEHAUIEHAUI
    Valeu! =)
    Beijão.

  5. Évila disse:

    Deborah adorei suas fotos,estão lindas.
    Me tire uma dúvida para participar do festival que acontece em Bath é necessário pagar algum valor?
    Que pena que você não chegou a ver o Matthew, eu já li em um blog de uma fã dele que conseguiu encontrá-lo no terminal do metrô e tirou foto com ele, ela disse que ele tem costume de andar de metrô e que ele é muito educado.
    Quem sabe da próxima vez que você for para lá não o encontre.
    Se fosse comigo eu ia ter um infarto.
    Beijos

    • Deborah disse:

      Oi Évila!
      Sim, tem que pagar para participar do festival. Eles promovem vários eventos diferentes dentro do festival, bailes, aulas de dança, teatro, palestras, e cada uma dessas atividades tem um preço diferente.
      Uma pena não tem encontrado o Matthew, mas quem sabe na próxima. Eu teria um treco!!!
      Beijos,
      Deborah

  6. Hellen Louzada Eler disse:

    Senti uma leve inveja da |Debora. kkkkkkkkkk
    zuando

  7. Sandra disse:

    Samanta, que óptima ideia esta de colocares a Deborah a falar sobre a sua estadia em Inglaterra!

    Deborah, já sabes o que te vou dizer, né?

    “Inveja! INVEJA!”
    🙂

  8. Renata disse:

    Ai que sonho, adorei o post da Deborah!!!
    Pegando dicas para quando chegar minha vez!!!😉

  9. Miss Dorrit disse:

    Já pensaram se fizéssemos uma excursão só com malucas como nós?

    • Deborah disse:

      E pior que durante o festival existem saídas para a casa da Jane em Chawton. Deve ser super legal ir pra esses lugares com alguém que tenha a mesma paixão!
      Beijos,
      Deborah

      • Miss Dorrit disse:

        Sem dúvida!
        As reações só podem ser duas: ou a gente vira maritaca e fala sem parar, comentando cada detalhe, ou deve ficar muda, bobada, se sentindo num lugar surreal!
        Aproveitando pra comentar,confesso que não gosto muito das roupas das mulheres de 1800… detesto os bonnets e os spencers, não são nada “flattering”. Acho que eu ia querer ser homem se nascesse naquela época, porque as botas e as camisas enormes são um sonho…
        Felizmente,pelo que eu li, parece que a figurinista do filme de 2005 também não gostava muito das roupas e achou uma brecha fashion pra baixar um cadinho a cintura dos vestidos de Elizabeth e só usar o bonnet na igreja. Ah, ela também tirou os cachinhos grudados na cara que eram horrorosos. Ainda bem!!

    • Deborah disse:

      Ah, eu já acho as roupas da época super bonitas, mas com certeza acho que tem que maneirar no excesso de cachinhos. O filme de 2005, pelo que eu vi, talvez até aqui no blog da Samanta ou nos comentários do diretor no DVD é pra se passar 1797 (ou algo assim), antes que a moda da cintura imperial tomasse conta. Acho que por isso o figurino do filme é diferente do da série. Mas te confesso, acho que a maioria das roupas usadas pela Keira são horríveis, poucas se salvam. Enfim, gosto é gosto mesmo.

  10. Erika disse:

    Ei! se antes eu não acreditava nessa história de inveja boa bom, agora eu acredito!
    Deve ser tão legal ver todas essas pessoas vestidas daquele jeito!!

    • Deborah disse:

      Oi Erika!
      Foi um máximo mesmo toda aquela gente com roupas de época! Quem sabe um dia eu me visto também. Parecia que eu tinha voltado no tempo!
      Beijos,
      Deborah

  11. Luciana disse:

    Que post maravilhoso! Arrasou! O seu relato foi perfeito é me senti em Bath também.🙂

    Espero um dia ter a mesma oportunidade que vc teve e me emocionar também.

    Na expectativa do próximo post.🙂

    Ah, amei de ter visto a foto do Matthew Macfadyen, ele merece ser lembrado! E todas as fotos estavam ótimas!

    • Deborah disse:

      Oi Luciana!
      Que bom que consegui transmitir um pouquinho das coisas maravilhosas que eu vi. Com certeza um dia vocês vai estar no meu lugar, e espero que adore tanto quanto eu!
      O Matthew tem um lugar especial no meu coração, não podia deixar de me animar vendo a foto dele😀
      Beijos,
      Deborah

  12. Amanda de Luca disse:

    Ainnn Deborah!!!
    Não faz isso comigo!!! Agora eu preciso ir pra Inglaterra! Vou ter que vender um órgão pra isso! rsrsrsrs

    • Deborah disse:

      Hahahahahaha! Não precisa vender órgão, faz como eu: acerta cinco números na mega-sena. True story.😀

      Podia estar milionária hoje, mas pelo menos deu pra viajar.

      • Amanda de Luca disse:

        Hahahahahahaha! Mais fácil vender um órgão! Ou então, eu posso processar a Cia. aérea que perdeu minha bagagem agora nas férias e pedir a indenização em passagem pra Inglaterra!

    • Deborah disse:

      Hahahaha! Processar não é bom, porque vai que aquela história de carma seja verdade e depois volta coisa ruim pra vc… Talvez vender um órgão não seja uma má ideia, desde que não seja nada muito essencial… acho que vc podia vender o apêndice, não usa pra nada mesmo…😉

      • Deisy Rodrigues disse:

        O pior já que não se usa o apêndice ninguém vai querer comprar vai ter que ser orgão duplo, ou um pedaço do fígado já que ele regenera, se um chinês já vendeu o rim por um ipad……

  13. samara disse:

    Detalhe… Senti muitaaa inveja da Débora… kkkkk
    Brincadeira querida.. linda as fts e histórias q vc postou
    tbm um dia irei lá.. bjks..

  14. Deisy Rodrigues disse:

    Amei o post, Deborah, obrigada por dividir com a gente sua experiência, com toda certeza foi maravilhoso, viajei um pouquinho em Bath com vc, imagino que minhas reações seriam euforicas ao extremo, a parte de se manter Lady, foi tudo…..ri bastante, o banheiro no clima austen me supreendeu, admiro esses detalhes únicos, e a fotinha do MM deixou mais felicidade ainda no post…..as fotos estão lindas….

    Bjos!!!

  15. Maravilhoso relato! Eu tb estive em Bath e posso recomendar o local e dizer que m´agico! Vou publicar um link para esta postagem, ok?

  16. Miss Dorrit disse:

    Eu gosto de roupas de época, só não gosto muito dessa época. Com relação às roupas dela concordo com vc. São cores mortas e a falta de peito dela não ajudou…Podiam ter feito alguma coisa a esse respeito. Tem cenas que ela parece um menino. Ou uma tábua. Tá certo que Lizzie não era um mulherão, mas não era pra tanto! No caso de Lizzie acho que era pra deixar claro que Darcy não foi atraído pela aparência dela.
    O vestido que eu acho menos pior é o marrom com uma camisa por baixo ( não vou lembrar os nomes das peças) que ela usa quando conversa com Wickham.
    Pelo que percebi, a figurinista quis retratar a personalidade e a idade da personagem de forma bem marcante, pra não deixar dúvida.
    Achei que eles foram bastante atenciosos com a caracterização das classes sociais também. Um dia, numa das milhares de vezes que vi o filme, fiquei prestando atenção nisso.
    As roupas se repetem, principalmente as cores. Percebeu que Bingley praticamente só usa cinza? As cores que Caroline usa mudam porque ela é vaidosa e antenada Anne sempre de preto ou cores escuras.
    Lizzie com cores da natureza, marrons, beges e verdes e quase sem enfeites pra não demonstrar frivolidade e a personalidade forte e “outdoors”. Jane com vestido que tem o mesmo corte de Lizzie mas com cores suaves(azul,rosa e branco) pra retratar a sua doçura e romantismo. Ela chega a usar o bonnet várias vezes.Aliás, todo mundo usa, menos Lizzie. Georgiana usa a mesma cor.
    Kitty e Lydia, por ausência de personalidade e sob influência direta de Mrs. Bennet, usam as mesmas roupas que ela. Cheias de frufrus e num modelo mais antigo.
    Mrs Gardiner também retratando a idade também usa o modelo antigo, com cintura bem baixa, tipo os de Mrs Bennet,só que mais discreto e equilibrado.
    Mr. Bennet praticamente só usa marrom. Collins roupas de clérigo, mas isso é óbvio.
    Mr Darcy com roupas escuras e bem cortadas.
    E pra terminar, Lady Catherine com roupas também com corte antigo, mas de tecidos mais pomposos.
    Terminei meu inventário! Como sempre, falo demais! Mas com quem eu falaria sobre uma coisa dessas além de vcs?? O resto do mundo é normal e não fica assistindo o mesmo filme tantas vezes a ponto de prestar atenção nas roupas que foram usadas!
    Beijos

    • Deborah disse:

      Hahahahahahahahaha!!!! A sua descrição da Lizzy é ótima! Eu ri muito. Realmente a Keira parecia um menino em alguns momentos. Honestamente, acho que a Lizzy tinha que ser um pouco mais feminina – nesse ponto gosto muito mais da da série de 95.
      Sobre isso das classes sociais, também percebi. E os tons das roupas que cada personagem usa é bem individua. ADORO o casaco azul que o Matthew usa – ele fica ainda mais lindo de azul. Só achei que os Bennets são retratados no filme como mais pobres do que eles deveriam ser.
      Enfim, apesar de tudo isso, sou apaixonada pelo filme de 2005, eu fico tão feliz cada vez que eu assisto!

      • Deisy Rodrigues disse:

        Umas das coisas que menos gosto é do figurino feminino no O&P de 2005, prefiro o da serie de 95.

  17. Adriana T disse:

    Que-In-ve-ja!!! Só isso. rsrsr

  18. Miss Dorrit disse:

    Esse é pra Sam:

    e aí, vamos emendar a continuação de Imperative ou vai parar pra respirar???

    • Ahhhhhhh! Acabei de acabar o volume 1! Acho que não vou me aguentar e começar o volume 2 essa semana. Senão eu vou ficar me coçando para saber o que acontece, ainda mais que a Deborah já me deu uns bons spoilers (adoroooo spoilers…)

  19. Miss Dorrit disse:

    Deborah e Sam, esqueci de parabenizar vcs. O post foi mesmo um sucesso!
    Já que o não temos portinhas no banheiro que nem a Amanda em Lost em Austen temos que usar a imaginação…
    Falando nisso, depois de ver várias de nós empolgadas com a possibilidade de se vestir e estar lá, fiquei pensando em qual seria a nossa atitude caso existisse um lugar como Austenland. Quantas de nós teria coragem de encarar um negócio como aquele? De repente vc pode aproveitar a idéia pra uma enquete,Sam!

  20. Simplesmente demaaais!! Salvando tudo para guardar as dicas…quem sabe ainda realizo esse meu sonho de consumo!! Parabéns Samanta e Deborah!!!Adorei o post!

  21. Alba Katarine disse:

    Olá!! Estou planejando um dia ir para a Inglaterra e conhecer tudo que esteja relacionado a JA. Pois bem, fiquei maravilhada com sua viagem por lá *-*
    Assim…eu gostaria de saber qual seria o aeroporto mais perto do local, como chegar em Bath, essas coisas. ah! e tbm o gasto médio para isso. Eu sei que é pedir muito, mas eu (e acho que quem mais tem o sonho de ir para lá) ficaria muuuito feliz e eternamente agradecida se você fizesse um guia com isso, tipo um roteiro.
    Você também foi onde JA nasceu? Eu queria visitar tbm as mansões que foram usadas para filmar as séries e os filmes. *-*
    Obrigada,
    Alba

    • deborahsimionato disse:

      Olá Alba!
      Vou tentar responder as suas perguntas, mas se você tiver outras dúvidas, sinta-se livre para perguntar mais🙂
      Quando você for para Inglaterra, Londres é a principal cidade para chegar, então você provavelmente vai chegar no Heathrow Airport. Como a Inglaterra é um país bem pequeno, eu fiz todas as minhas viagens lá dentro de trem, mas há um serviço de ônibus (National Express) e provavelmente voos também para as cidades principais. Bath fica a cerca de uma hora e meia de trem de Londres, por exemplo.
      Eu não fui para onde a Jane nasceu, Steventon. A casa onde ela passou a infância não existe mais, então na verdade não tem muito pra se ver lá – mas claro que eu gostaria de conhecer mesmo assim.
      Que espécie de guia/roteiro você pensou? Acho que o mais legal é você pesquisar os lugares que você gostaria de conhecer (eu fiz um post para cada um dos locais relacionados com a Jane que eu fui, estão todos aqui no blog, eles podem te dar uma ideia) e pesquisar sobre eles online. Em geral, no site dessas mansões tem instruções de como chegar, geralmente presumindo que o viajante parta de Londres. É bem útil. Além do mais, nos sites você pode ver fotos e descobrir as atrações de cada lugar.
      Espero ter ajudado!
      Beijos,
      Deborah

  22. Deborath disse:

    Bom,primeiro queria dizer que já li todos os posts sobre as suas viagens. Todas parecem ter sido deliciosas. Pretendo fazer uma viagem a London embreve e, se possível queria saber como foi sua primeira viagem pra lá, se vc foi a viagem ou trabalho, essas coisas. Enfim, como foi sua adaptação ao país e se vc foi com alguém. Acho que vou sozinha… Obg pelos posts!! Bjs

    • deborahsimionato disse:

      Olá!
      Eu fui para Londres em maio do ano passado pela primeira vez, sozinha para ficar um ano e estudar inglês. Comecei ficando na acomodação da escola, depois aluguei um apartamento sozinha. Eu fiz tudo sozinha e é tranquilo viajar sozinha lá!🙂 Foi nessa viagem que fiz todos esses passeios que relatei aqui. Minha adaptação foi bem tranquila, mas eu sonhei por anos em morar na Inglaterra e eu conhecia relativamente bem como as coisas funcionavam e tinha uma noção do que esperar das pessoas. Felizmente, eu não me decepcionei!
      Espero que você tenha uma viagem maravilhosa! Qualquer coisa, pode perguntar (não sei nem perto de tudo, mas eu sei algumas coisas da cidade🙂 )
      Beijos,
      Deborah

  23. Letícia disse:

    geente finalmente encontrei fãs de jane austen, eu li um livro que se chama :”eu fui a melhor amiga de jane austen”.la fala da prima da jane a jenny cooper que escreve este diário mas eu não encontro nenhuma informação dela, alguém sabe alguma coisa desta jenny cooper??

    o livro é escrito pela cora harrison

  24. Clarice Basilio disse:

    Maravilhoso,amo a Jane, minha escritora preferida. Também sinto que estou na época errada e no país errado. Amo tudo na Inglaterra. As pessoas que admiro JOHN WESLEY, ELIZABETH I, ENTRE OUTROS…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s