Aventuras pela Inglaterra de Jane Austen: Lyme

Meninas, antes de começar esse relato, queria agradecer a todo mundo que vem lendo e comentando nos meus posts. Vocês não sabem como é legal poder compartilhar minhas histórias com gente que eu sei que vai entender e simpatizar com as minhas emoções ao visitar tais lugares. Se vocês tiverem qualquer dúvida e quiserem conversar mais, podem me adicionar no facebook ou mandar e-mail para debysimionato@hotmail.com . Espero que meus relatos não fiquem chatos e que vocês sigam lendo-os!

LYME REGIS

“E só um estranho muito estranho não veria os encantos dos arredores próximos de Lyme e teria vontade de os conhecer melhor.” Persuasão

 Eu amo Persuasão, uma das histórias mais lindas e sem dúvida a mais melancólica que a Jane Austen escreveu. Sendo assim, não podia deixar de visitar Lyme, onde tantos eventos importantes no livro acontecem. Além de Persuasão, Lyme foi um lugar onde a própria Jane passou temporadas, detalhe que só faz a curiosidade aumentar.

Assim como para chegar a Chatsworth e tantos outros lugares, peguei um trem até uma cidade próxima, nesse caso Axminster, e depois um ônibus que me levou ao destino final, a praia de Lyme Regis.

A atmosfera era exatamente como eu imaginava – e, honestamente, como eu queria: cinza e chuvosa. Pode parecer estranho querer visitar uma praia com o tempo assim tão ruim, no entanto, por Persuasão ser melancólico e por Lyme ser parte de Persuasão, eu não esperava nada diferente.

Descendo a rua principal, me deparo com o mar. Apesar de praias terem seu auge no verão, visitar uma no inverno é um ótimo jeito de encontrar tranquilidade e solidão. Pouca gente nas ruas, pouca gente na orla. E só você, o mar e a brisa no rosto. E a esperança de virar o rosto e encontrar o Cap. Wentworth. Infelizmente não foi dessa vez, fiquei só com a paz de espírito mesmo.

Chegando à praia propriamente dita, já é possível avistar o famoso Cobb. Fiz o meu caminho até ele, pisando em pedras e areia – as praias na Inglaterra costumam ter pedras no chão, e não areia, Lyme tinha ambas.

O Cobb é uma construção impressionante, mesmo sendo tão simples. Como sabemos pelo livro e principalmente pelos filmes, o Cobb tem dois “andares” – o primeiro, mais largo e seguro; o segundo, com a superfície desnivelada e onde somos sujeitos à fúria da natureza.

Quando me deparei com a famosa escada onde a Louisa Musgrove brincou de “catch me” não pude evitar um sorriso pela felicidade de estar ali – e, se eu for sincera, por pensar em quão idiota era a Louisa.

Quanto mais para o final da parte de baixo do Cobb eu andava, mas suscetível eu ficava às ondas que batiam do outro lado. Bem na ponta final, há uma espécie de continuação do Cobb com pedras soltas, lindas de ver, mas nas quais não se podem colocar os pés.

Resolvi que estava na hora de encarar a parte mais perigosa: o topo. Eu precisei de muito encorajamento (eu mesma fiz o serviço de líder de torcida, já que estava sozinha🙂 , mas no fim, subi. Tenho que confessar que eu estava tremendo! As pedras estão constantemente molhadas pelas ondas que batem ali, uma chuva fininha estava caindo e a gente não consegue caminhar reto, pois a construção é torta. Que tensão! Então eu pensei “se a Jane Austen caminhou aqui, eu também posso”. E fui.

Não cheguei até a ponta, pois minha coragem tem limites. Mesmo assim, fiquei muito orgulhosa de mim mesma por ter subido.

Saindo do Cobb e caminhando pela praia, a vista seguia linda.

Foi então que eu me deparei com o Lyme Regis Museum e, vendo a placa, não podia deixar de visitar:

O museu é bem pequeno e é mais dedicado aos fósseis encontrados em Lyme desde antes da época da Jane. Já que esse não era meu interesse, passei relativamente rápido por todo o pequeno museu, até chegar à parte dedicada a nossa autora preferida.

A pequena exposição fala do tempo em que a Jane passou em Lyme, e sobre como era a cidade que ela conheceu. Uma das coisas mais legais no museu é uma placa usada durante as filmagens de Persuasão (1995) pedindo para que os barcos que estivessem no porto fossem retirados devido à gravação do filme. Imaginem que máximo estar na cidade durante as filmagens? 

Na gift shop do museu (eu com vários livros vendidos lá sobre a Jane na mão), a senhora que atendia no caixa me perguntou se eu era fã de Jane Austen. Quando eu confirmei e disse que era essa razão pela qual eu tinha ido até ali, ela abriu um sorriso e disse “pra ver onde a Louisa Musgrove caiu!”. Uma breve conversa sobre a Jane seguiu e uma despedida muito calorosa (quem disse que apenas os brasileiros que são simpáticos?), eu saí do museu.

Com o final da tarde chegando e frio e o vento ficando mais fortes, eu resolvi que era hora de dizer tchau para essa cidade e seguir meu caminho de volta a Londres.

Deixo vocês com uma vista dos telhados da cidade.

Até a próxima semana,

Deborah


19 Comentários on “Aventuras pela Inglaterra de Jane Austen: Lyme”

  1. Vania disse:

    Linda postagem!!
    E doida pra voltar à Inglaterra e fazer todo esse percurso q vc tem postado.❤

  2. Dayse Ruth disse:

    Lindo seu post, Déborah! Me senti transportada para lá. Cada vez que vejo uma foto, leio alguma coisa referente a estes lugares maravilhosos, meu desejo de realmente poder viajar ano que vem, como estou planejando, aumentam a cada dia.🙂

    • Deborah disse:

      Espero que vc consiga fazer sua viagem e aproveitar todas as coisas maravilhosas da Inglaterra. Acho que podemos ficar uma vida toda lá e não ver tudo.😀

  3. Luciana disse:

    Que post lindo Deborah, fiquei fascinada e também quero conhecer Lyme.🙂

    Não tem como não pensar na Jane Austen e não se emocionar. As fotos são belíssimas e o clima estava perfeito! Lembrou perfeitamente a passagem do livro.

    Seus posts são maravilhosos e já estou na expectativa para o próximo!

    Bjs

    • Deborah disse:

      Lyme é realmente muito bonita. Tem algo nas praias inglesas que me fascina mais do que as nossas praias aqui do Brasil, Acho que deve ser a falta do calor opressor e uma atmosfera bem diferente da que estamos acostumados, não sei. E visitar os lugares pelos quais a Jane passou e que aparecem em seus livros é sempre muito legal!
      Beijos!

  4. Amanda disse:

    Amei Deborah!
    Pena que vc não achou um Wentworth por lá😦. Tenho que fazer uma viagem dessas! Quem sabe a gente não marca uma viagem eu, vc e a Samanta e a gente vai ficar conhecida nas cidades como as fãs malucas da Jane?
    Beijos

    • Deborah disse:

      Hahahahaha!! Abalando a Inglaterra! Seria maravilhoso viajar com vcs! Só de pensar eu já me divirto pensando nos passeios e nas reações entusiasmadas que a gente ia ter😀

  5. karina disse:

    meu sonho visitar a inglaterra assim! *-* kkkkk deve ser emocionante ver o cenario dos livros ao vivo e a cores! não comentei antes, mas estou amando seus posts deborah! ^^

    • Deborah disse:

      Obrigada por ler, Karina! Que bom que vc está gostando.
      A Inglaterra é lindíssima, eu acho que nasci no país errado, porque amo tanto aquele lugar e o que vem de lá!
      Beijos

  6. sueli disse:

    Muito legal conhecer esses lugares através dos seus olhos. Belas fotos e narrativa perfeita!!
    Deve ser uma emoção e tanto!! Deve transportar a gente no tempo….acho que pelo menos eu me sentiria assim!!😉 Bath e Lime são as cidades que mais me despertam curiosidade!!

    Obrigada por compartilhar com a gente!!🙂

  7. Nicole Vieira disse:

    Todo mundo quer ver a desgraça da Louisa Musgrove. hahahahaha
    Estou apaixonada pelos seus posts, Deborah. Fico toda boba aqui atualizando o blog todo dia pra ver se tem mais. *-*
    Se você ficou com medo de andar por aquele caminhozinho, imagina subir naquelas escadinhas, ou PULAR das escadinhas! Só a Louisa mesmo. hahahaha Podia ter machucado a cara, e ficar com uma cicatriz pelo resto da vida, pra aprender a não ser idiota. hahaha Ok, sou má mesmo.
    Dá um aperto no coração, fico aqui só imaginando quando vai ser minha vez, quando eu vou estar lá. Ah, que invejinha boa. haha Mas acho que se eu fosse pra Lyme, eu acamparia naquele caminho, esperando o Cap. Wentworth aparecer, e provavelmente morreria por lá também. hahaha
    Enfim, estou ansiosíssima pelo próximo post! Obrigada por proporcionar tudo isso a nós!
    Beijinhos.

    • Deborah disse:

      Ahhh,, Nicole! Vc não sabe como é legal ler essas coisas e saber o quanto vc está gostando. Eu fiz quase todas essas viagens sozinha, então ter alguém com quem compartilhar as minhas experiências é muito legal.
      A Louisa é uma idiota, concordo com vc e não acho que seja maldade, ela merecia aprender a lição! A escadinha é horrível, cada degrau com uma altura diferente, sem falar que é toda molhada e as pedras são escorregadias. Eu subi por uma outra escada e, pra ver como eu não exagerei no medo, olha a descrição convidativa: https://fbcdn-sphotos-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash4/383125_2478660413585_1464759270_32234498_977219658_n.jpg
      Infelizmente o Wentworth não estava lá, acho que se fosse esperar, nunca ia encontrar😦
      Tenho certeza que a sua vez logo chega e vc vai poder ver todos esses lugares lindos😀
      Semana que vem é Chawton!
      Beijos

  8. lizziedias disse:

    Parabens pelos posts. E’ uma delicia passear por todos esses lugares maravilhosos, mesmo que atraves de seus olhos. Obrigada. Abracos

  9. Sandra Cabral disse:

    Good very good ansiosa pelos próximos!!!
    beijocas Deborah

  10. Raissa Martins disse:

    tipo assim..
    chorei com o seu blog..
    céus de bagdá!

  11. Sabrina F. Lima disse:

    Meu Deus, os seus posts estão me deixando com mais vontade de ir pra Inglaterra ( o que eu espero conseguir fazer ano que vem) =D Ótimo post como os outros!

  12. Deisy Rodrigues disse:

    Adorei o post Deborah, parabéns você nós leva aos lugares que de uma forma maravilhosa e divertida ” fiquei só na paz de espirito” quem sabe na proxima um Cap. Wentworth aparece rsss.

  13. […] Texto e fotos: https://samantaf2010.wordpress.com […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s