Aventuras pela Inglaterra de Jane Austen: Chawton

CHAWTON

‘(…) as for ourselves, we’re very well,
As unaffected prose will tell.
Cassandra’s pen will give our state
The many comforts that await
Our Chawton Home – how much we find
Already in it to our mind,
And how convinced that when complete,
It will all other houses beat,
That ever have been made or mended,
With rooms concise or rooms distended.
You’ll find us very snug next year; (…)’
porque Jane Austen também escreveu poesia!

Uma pequena casa no vilarejo de Chawton foi onde Jane Austen passou os últimos anos de sua vida e onde trabalhou em seus livros (alguns foram apenas revisados, outros inteiramente escritos ali). Hoje, é um museu dedicado à escritora, provavelmente um dos lugares onde mais se entra em contato com quem ela foi, pois além de ter morado ali por vários anos, vários de seus pertences ainda podem ser encontrados na casa. É uma parada obrigatória para fãs da Jane e, portanto, eu não podia deixar de ir.

Não há acesso de trem ao vilarejo, então temos que ir até a cidade mais próxima, Alton, e dali pegar um ônibus ou caminhar até Chawton. Chegando a Alton, eu desesperadamente procurava no mapa “Jane Austen’s House”. E não achava nada. Andei por toda a cidade (é uma cidade pequena, em uma hora já tinha andado por tudo) procurando um mapa, uma placa, qualquer coisa que me dissesse que direção tomar para chegar até a casa da Jane. Já sem esperança, resolvi pedir informações para uma velhinha muito simpática na parada de ônibus. Ela não só me explicou como chegar, como também me levou até a entrada da casa e ficou conversando comigo sobre os livros da Jane. Ahhh! Adoro isso! Não sei vocês, mas quando eu menciono Jane Auten para a maioria dos meus conhecidos, ninguém sabe do que eu estou falando.

Finalmente, então, estava em Chawton! O lugar é lindo e a emoção de estar ali foi grande.

A entrada dos visitantes.

Chegando lá, entra-se pela gift shop, onde ingressos são vendidos (e tantas outras coisas legais!!) e por onde entramos em uma pequena sala exibindo um vídeo sobre a vida da Jane, com foco na época em que ela esteve em Chawton. Após o vídeo, o visitante fica livre para explorar a casa e o simples jardim.

Os cômodos da casa estão decorados conforme se acredita que teriam sido na época em que a Jane morou ali. Os objetos mais interessantes são, obviamente, os que de fato pertenceram à Jane, principalmente a famosa mesa que pertencia aos Austens, onde se acredita que nossos amados livros foram escritos e revisados.

Outros objetos também chamam a atenção (clique nas imagens para ampliá-las):

    

Outra coisa interessante encontrada na casa são algumas roupas e acessórios utilizados nas adaptações dos livros para o cinema.

No quarto dividido por Jane e Cassandra, vemos uma réplica da cama que elas compartilhavam e conhecemos o sistema sanitário da época.

Depois de passear pela casa, visitar todos os cômodos mais de uma vez e fazer muitas compras na gift shop, resolvi caminhar até a igreja que a Jane frequentava, St. Nichols, e onde estão enterradas suas amadas mãe e irmã.

No caminho até lá, me senti um pouco Elizabeth Bennet, andando pelo countryside e pisando na lama. Pena foi não ter esbarrado no Mr. Darcy…

Podem me chamar de boba, mas quando cheguei aos túmulos, agradeci à mãe da Jane por ter dado vida a uma pessoa cuja obra mudou a minha e agradeci, também, à Cassandra por ter amado e cuidado da Jane até o final. Mais emocionante que isso, só a minha visita ao túmulo da Jane, em Winchester – isso fica para outro post.

Conhecer o lugar onde a Jane viveu, ver coisas que pertenceram a ela, caminhar por caminhos que ela caminhou… Chawton é um local muito especial mesmo!

Para saber mais sobre o museu: http://www.jane-austens-house-museum.org.uk/index.php

Até semana que vem,

Deborah


9 Comentários on “Aventuras pela Inglaterra de Jane Austen: Chawton”

  1. é como estar em um sonho conhecer Chawton! Lindas fotos! Post maravilhoso!

  2. Luciana disse:

    Além dos seus posts serem ótimos, são emocionantes também.🙂 As fotos do túmulo e seus agradecimentos a família Austen me deixaram emocionada.

    A casa é linda e não temos dúvida que a Jane Austen foi muito feliz lá.

    Amei tudo! Bjs

  3. Amanda disse:

    Ai Deborah!
    Estou com os olhos cheio d’água! Deve ter sido muito emocionante, uma experiência única. É um jeito de a gente entrar mais em contato com a Jane e o universo dela que é tão especial pra gente!

  4. karina disse:

    que fotos lindas! se daqui eu ja sinto a emoçao de ver todos esses objetos da jane, imagina vc que viu de perto!!! *–* muito obrigada pelos seus posts deborah, sao perfeitos! *-*

  5. Flavia Alinee disse:

    É mágico ver as fotos, e as descrições é como se sentir viajando por lá também. As fotos estão maravilhosas, e o lugar é maravilhoso, é impossível não se apaixonar, e não entender de onde Austen tirou inspiração para seus livros, as paisagens são mais do que inspiradoras.
    Muito, Muito Perfeito!

  6. Deisy Rodrigues disse:

    Emocionada, conhecer onde a Jane viveu e como está vendo um pedaço da sua vida, adorei as fotos e obrigada por compartilhasr com a gente mais essa emoção!

  7. eu tb estive la em 2011 ,foi realmente uma emocao ver pessoalmente onde jane austen viveu,e escreveu seus romances,lindo,lindo……

  8. livia disse:

    choro só de imaginar


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s