Jane Austen lendo Fifty Shades of Grey

Vi essa no Facebook hoje e tive que compartilhar. Jane Austen lendo Fifty Shades of Grey (Cinquenta Tons de Cinza). 🙂 🙂 🙂 🙂

Illustration by Dale Stephanos

Anúncios

Momento *suspiros* do dia: Nº 2

Não, eu não esqueci dele!


Momento *suspiros* do dia: Nº 1

Acordei em um dia meio Persuasão hoje… Oh meu Wentworth, cadê você! 🙂


Homens que Amamos: O Unânime Hugh Jackman 

 

Nome: Hugh Michael Jackman

País de origem: Austrália

Idade: 43 anos (12/10/1968)

Altura: 1.89m

Status: Casado com a atriz, diretora e produtora australiana DeborraLee Furness desde 1996. (Droga!) 

Por que amamos ele: O Hugh Jackman consegue a incrível façanha de ser unanimidade entre as mulheres (e por que não, homens também?). Eu não conheço nenhuma menina/mulher que não ache ele bonito ou não goste dele. Ele pode até não ser o favorito, mas tá lá na lista. E os meninos adoram ele e o admiram. O único outro ator que conseguiu isso foi o Clark Gable, na década de 30!

Outro ponto positivo é a versatilidade dele. O homem consegue fazer de caubói à lorde inglês do século XIX, e “sensualizarem todos os papéis. Quem não ficou de boca aberta naquela cena que ele chega ao baile em Austrália (2009)? E o melhor é que ele conseguiu seduzir tanto como caubói (sujo, másculo, exalando testosterona!) e depois todo arrumadinho para a festa. 

.


E o que dizer do Leopold (Kate & Leopold – 2001)? Imaginem Hugh (Wolverine) Jackman como um lorde inglês, ou melhor como um Mr. Darcy. Sério eu me apaixonei por ele nesse filme. Eu já gostava dele como Wolverine, mas foi quando ele fez o Leopold que eu perdi meu coração. Ele monta um cavalo para perseguir o ladrão que roubou a bolsa da Kate; fica desfilando por NY naquelas roupas maravilhosas da época da Regência; ensina o irmão da Kate à escolher flores para as mulheres e a tratálas bem; faz um jantar romântico para a “Katherine” como pedido de desculpas e manda uma carta linda pedindo para ela aceitar o convite! Resumindo: ele é PER-FEI-TO!!!! 

Além de tudo isso, o Hugh também canta e dança (e muito) bem. Ele é um ator completo! Faz musicais na Broadway, acabou de gravar a versão cinematográfica do musical Os Miseráveis, já apresentou o Oscar, o Emmy e o Tony

Ele é muito discreto e nunca se envolveu em nenhum escândalo! (Quem já ouviu alguma coisa ruim dele, levanta a mão!). Ele é um dos artistas mais simpáticos com os fãs e os jornalistas e também é muito apegado à família dele. 

Por tudo isso, podemos gritar, sem medo de ser feliz: HUGH JACKMAN, NÓS TE AMAMOS!!!!!! 

Filmografia: X-Men (2000) Wolverine; Kate e Leopold (2001) Gente!!! Ele faz um quase Mr. Darcy!!!!!; X-Men 2 (2003); Van HelsingO Caçador De Monstros (2004); X-Men 3 – O Confronto Final; ScoopO Grande Furo (2006); O Grande Truque (2006); Fonte Da Vida (2006); A Lista – Você Está Livre Hoje? (2008); Austrália (2008); X-MenOrigens – Wolverine; – Os Miseráveis (2012).

Curiosidades: 

Nasceu na Austrália, filho de pais ingleses. 

Fez o teste para o papel de Wolverine de última hora. O papel seria do ator DougrayScott (Para Sempre Cinderela), mas ele ficou preso nas filmagens de Missão Impossível 2. 

Foi oferecido o papel do Cap. William Gordonem The Rising: BalladofMangal Pandey, mas o personagem foi interpretado por TobyStephens

Seus dois filhos são adotados. 

É o mais novo de 5 irmãos. 

Sua mãe abandonou a família e voltou para a Inglaterra quando ele tinha 8 anos. 

Foi cotado para sero Duas-Caras no filme Batman – O Cavaleiro das Trevas, mas o papel ficou com Aaron Eckhart

Foi chamado para interpretar vários personagens baseados em quadrinhos: Hulk (2003), Demolidor (2003), O Justiceiro (2004), Sr.Fantástico em O Quarteto Fantástico (2005), Jonathan Kent em SupermanO Retorno (2006) e O Homem de Ferro (2008). 

Ao ser apresentado a Olivia Newton-John (John Travolta apresentou os dois), ele confessou-lhe que quando era pequeno, tinha um pôster dela embaixo da carteira da escola que ele costumava beijar todos os dias. 

É formado em jornalismo. 

Hugh é ator de musicais. 

Hugh apresentou os prêmios Tony (o Oscar do teatro) três vezes e inclusive ganhou um Emmy (o Oscar da TV)por uma dessas apresentações. 

Em 2008 foi eleito pela revista People como o homem mais sexy vivo! 

É 13 anos mais novoque sua mulher. 

Já ganhou dois Tony: um em 2004 pelo musical The Boy fromOze outro em 2012 como um prêmio especial pela sua contribuição ao teatro. VÍDEO.

Mais vídeos do Hugh em musicais: Vídeo 1; Vídeo 2; Vídeo 3.

Depois disso tudo só me resta:

Post elaborado pela Amanda de Luca.


Orgulho e Preconceito vai ganhar versão erótica

Lembram que no último post eu comentei sobre a trilogia “Fifty Shades of Grey”? Pois então, hoje eu vi uma notícia que muito me interessa e decidi dividir com vocês! Estou elaborando o post sobre Fifty Shades (ou Cinquenta Tons de Cinza) e espero poder postar em breve. Como já mencionei antes, não tenho preconceitos com leitura, e leio livros eróticos SIM, mas Fifty Shades não se trata somente disso, como muitas pessoas gostam de rotular. E eu realmente não vou me importar de ver os clássicos revisitados de uma forma erótica, desde que seja feito com bom gosto. E vocês, o que acharam da idéia?

Uma editora especializada em livros para adultos planeja publicar edições eróticas de clássicos como “Jane Eyre” e “Orgulho e Preconceito”, segundo o jornal britânico “The Independent”.

A empresa se diz 100% convencida de que existe um mercado para versões picantes de romances do século 19 de autoras como Charlotte Bronte e Jane Austen, e de que essas versões introduziriam obras clássicas a “uma nova geração de leitores”.

Entre os outros títulos na mira da Clandestine Classics estão “Northanger Abbey”, também de Jane Austen, e as histórias de Sherlock Holmes, de Arthur Conan Doyle.

O anúncio coincide com o sucesso do “Fifty Shades of Grey”, romance erótico de E.L. James apelidado de “pornô das mamães” pela mídia britânica.

Fonte texto: Folha de São Paulo.

Capas: Huffington Post


Sobre o Blog

Pessoal, como vocês devem ter notado, as postagens andam escassas nos últimos tempos. Os motivos são vários, falta de motivação, criatividade, paciência, mas o motivo principal é que eu e o Mr. Darcy resolvemos dar um tempo na nossa relação e estou conhecendo novos heróis. Não me entendam mal, Darcy é e sempre será meu primeiro amor, e eventualmente eu irei voltar para ele. Durante esse tempo conheci vários heróis românticos maravilhosos, o principal deles é Christian Grey da trilogia Fifty Shades of Grey (ou Cinquenta Tons de Cinza, nome que o livro recebeu na edição em português que será lançada em 01 de Agosto). Contarei sobre ele para vocês em breve!

Resumindo, o blog não está esquecido mas o foco não é inteiramente sobre Orgulho e Preconceito e dramas de época. As postagens dos “Homens que Amamos” irão continuar, com as contribuições da Amanda e da Deborah, e se alguém tiver alguma idéia ou sugestão, pode mandar!

Agora, sobre um assunto um pouco mais chato, já vi várias das minhas traduções circulando pela internet SEM os devidos créditos. Isso significa que a pessoa entrou no blog, baixou o conteúdo, editou e tirou os créditos, o que na minha opinião é uma P#8& sacanagem e falta de respeito. No momento estou inteiramente desmotivada a fazer novas traduções, e com coisas assim desmotiva ainda mais. Mas paciência, internet é terra de ninguém mesmo.

De qualquer maneira, quero agradecer a todas leitoras que não me abandonaram, e que visitam e comentam. É por causa de vocês que não larguei isso aqui ainda.

Abraços.

Samanta


Homens que Amamos: O Capitão Rupert Penry Jones

Rupert William Penry-Jones

Idade: 41 anos (22/09/1970)

Altura: 1,88

Status: casado com a atriz Dervila Kiwan desde 2007

 Porque amamos ele: Quando li Persuasão pela primeira vez, me encantei pelo Capitão Wentworth, e logo quis ver uma adaptação para a TV ou cinema para colocar um rosto no meu 2º herói preferido de todos os tempos. Para minha decepção, a primeira versão que assisti foi a de 1995 com o talentoso, mas feio demais, Ciáran Hinds. Então, que felicidade foi quando vi a versão de 2007 e me apaixonei completamente por aquele capitão loiro, alto, lindo… aff Loiros nunca “float my boat” como diria Amanda Price, mas o Rupert me conquistou a primeira vista. Como resistir aqueles olhares, ou as palavras “I have loved none but you” naquela voz? O Rupert tem aquele tipo de beleza que me encanta, beleza realmente máscula, e não aquela perfeição óbvia. Juntamente com Matthew Macfadyen e o Richard Armitage, eles formam o que eu chamo de Dream Team. E para nossa sorte podemos ver os três maravilhosos na série Spooks. Rupert como Adam Carter é simplesmente irresistível. Mas para mim ele sempre vai ser o Capitão Frederick Wentworth, não importa quantos venham depois dele.

 

.

Filmografia: Jane Eyre (1997) como St John Rivers; Virtual Sexuality (1999); Charlotte Gray (2001); Casanova (2005) série BBC; Match Point (2005) – vou ter que assistir esse filme de novo, pois não lembro do Rupert nele!; Persuasão (2007) como o inesquecível Capitão Wentworth; Spooks MI5 (2004-2008) Como Adam Carter; The 39 Steps (2008); Silk (2011-2012); Whitechapel (2009-2012), e Treasure Island (2012).

.

Curiosidades:

  • Os pais e o irmão dele também são atores.
  • Namorou a cantora Kylie Minogue em 1999. Quando perguntado sobre o motivo do fim do relacionamento, Rupert disse ter confessado à então namorada que não gostava do tipo de música que ela fazia… então vocês já viram né?
  • Ele participou do programa da BBC “Who Do You Think You Are” que traça a árvore genealógica de pessoas conhecidas, e ele descobriu que tem antepassados na Índia.
  • Ele e a esposa se conheceram em uma produção teatral chamado “Dangerous Corner” em 2001. Ele atuaram na série Casanova em 2005, mas não contracenaram juntos. Eles tem 2 filhos, Florence, nascida em 2004, e Peter, nascido em 2006.
  • Trabalhou como modelo, desfilando pelas passarelas de Milão e Paris antes de engrenar a carreira de ator.