Orgulho e Preconceito vai ganhar versão erótica

Lembram que no último post eu comentei sobre a trilogia “Fifty Shades of Grey”? Pois então, hoje eu vi uma notícia que muito me interessa e decidi dividir com vocês! Estou elaborando o post sobre Fifty Shades (ou Cinquenta Tons de Cinza) e espero poder postar em breve. Como já mencionei antes, não tenho preconceitos com leitura, e leio livros eróticos SIM, mas Fifty Shades não se trata somente disso, como muitas pessoas gostam de rotular. E eu realmente não vou me importar de ver os clássicos revisitados de uma forma erótica, desde que seja feito com bom gosto. E vocês, o que acharam da idéia?

Uma editora especializada em livros para adultos planeja publicar edições eróticas de clássicos como “Jane Eyre” e “Orgulho e Preconceito”, segundo o jornal britânico “The Independent”.

A empresa se diz 100% convencida de que existe um mercado para versões picantes de romances do século 19 de autoras como Charlotte Bronte e Jane Austen, e de que essas versões introduziriam obras clássicas a “uma nova geração de leitores”.

Entre os outros títulos na mira da Clandestine Classics estão “Northanger Abbey”, também de Jane Austen, e as histórias de Sherlock Holmes, de Arthur Conan Doyle.

O anúncio coincide com o sucesso do “Fifty Shades of Grey”, romance erótico de E.L. James apelidado de “pornô das mamães” pela mídia britânica.

Fonte texto: Folha de São Paulo.

Capas: Huffington Post


15 Comentários on “Orgulho e Preconceito vai ganhar versão erótica”

  1. claudia garcia moura disse:

    O quê??Eu entendi direito?!Nossa,eu estou muito interessada.Tanto Fiftty Shades,que você comentou,mas essa notícia sobre O&P.Imagina Darcy e Lizzie proíbidos pra menores.KKKK.Eu,como você tambem não tenho preconceito sobre clássicos revisitados,a não ser O&P e Zumbis,plágio e história ridícula.Mas,será que tem em português??Se não,vou ter que entrar num curso relâmpago.Estou ansiosa para saber mais sobre esses livros!Bjus

  2. Eu também não tenho preconceito em questões de leitura. E como você falou se for feito com bom gosto, não deixa de ser interessante.
    Bjus

  3. Gabriela disse:

    Bom, eu não aprovo muito essa versão erótica de clássicos que são relativamente leves. Por mais que os livros omitam esse tipo de cena, acho que fugiria muito do real objetivo das autoras. Não tenho nada contra esse tipo de livro ou filme, mas acho que eu não iria gostar.

  4. sueli disse:

    Respeito a opinião e o gosto de todos!!
    Para mim não vai funcionar (pessoalmente falando)!! E chego a achar um desrespeito com os originais! Com certeza Charlote e Jane Austen se revirariam no túmulo. Mas é só a minha opinião. Sou meio “quadrada” quando se trata de clássicos.

  5. JOSY ABTISTA disse:

    Samanta, vai uma viagem, imaginem só cenas picantes de MR Darcy com sua Lizzie. Adoro a fanfic’s sensuais e erotizadas, tomara que tenha em português.
    Vamos esperar.

  6. Luciana disse:

    Como curto há anos fanfics sensuais de Darcy & Lizzy e também não tenho preconceito com leitura, se for bem escrita, vou curtir bastante.🙂

  7. Ana Monteiro disse:

    Vou querer ler…

  8. Renata P disse:

    Quanto a questão de uma versão erótica dos classícos, não sei, não sou purista mas não gosto de mexer ‘no que está quieto’, principalmente se os títulos forem iguais.
    Até curto uma realidade alternativa, ou de cenas do tipo em fic’s que trazem a história para o
    tempo atual, ou mesmo se passando na mesma época em que foi escrito, só que em forma de imaginação da personagem (mas nada muito meloso ou com muitas súplicas).
    Mas não tranformando todo um classico, fazendo do erótico o tema principal, pq é o q acaba acontecendo na maioria das vezes.
    Parafraseando outros comentário: “Essa é só a minha opinião.” Rs.

    Mudando de livro mas não de assunto, fiquei curiosa com ‘Fifty shades of gray’.
    Escuto todas(os) falando e eu não entendendo nada…resolvi pesquisar sobre o livro.
    Estava até animada, quando li em uma matéria…”Fifty shades of gray foi baseado em uma fic de CREPUSCULO.”
    Vou ser sincera e dizer que foi broxante. Rs! Eu senti o oposto do que todos estavam sentindo.
    É que eu não sou fã da série vampiresca, pelo contrário, quando vi o primeiro filme não chegou nem na metade e eu já estava com sono. Fui tentar ler o livro, mas o resultado foi o mesmo.
    Então, saber q o Best seller do momento foi baseado em uma fic de Crepusculo não foi uma motivação para mim.

    Acabei dando uma ‘chance’ depois muito perturbada pelas minhas amigas, e peguei pra ler. Não comecei ainda, e como vc falou que ia fazer uma resenha sobre “Fifty shades of gray”, e eu adoro suas resenhas, resolvi esperar pelo post!😀

    • Renata,

      Na verdade essas versões eróticas de Orgulho e Preconceito não são novidade. Eu já li pelo menos dois “Pride and Prejudice – The Wild and Wanton Edition” e “Pride and Promiscuity” e tem outras que eu não me atrevi a ler pois tinham coisas meio sinistras como o Bingley e o Darcy tendo um caso homossexual, assim como a Elizabeth e a Charlote. Espero que esses que vão ser publicados agora sejam de bom gosto.

      É verdade que Fifty Shades foi baseado em uma fanfic de Crepúsculo, mas para ser bem sincera não tem nada a ver uma história com a outra. Na verdade a fanfic em que foi baseada era um universo paralelo a Crepusculo, então não segue a mesma linha. Eu li todos os livros de Crepusculo mais de uma vez, e li os 3 livros de Fifty Shades, sendo que o segundo já li umas 4 vezes. Para mim o Christian Grey não tem nada a ver com o Edward Cullen, e muito menos a Anastacia com a mosca morta da Bella.
      Eu gostei muito do livro mas não é leitura para todos pelo alto teor de conteúdo erótico e outras partes que podem incomodar. Então fica a critério de cada um.

      Um abraço.

  9. luenepetris disse:

    Li ”Cinquenta Tons de Cinza”. Comprei na quarta-feira a noite e terminei hoje (sábado). Levando em consideração que só consigo ler a noite, foi um recorde recente para mim, rs.
    Fiquei curiosa depois de tantos comentários e sucumbi à leitura.

    Curiosidade: Qdo cheguei na livraria, o vendedor me disse q o livro tinha chegado naquele dia e só havia mais 5 exemplares. E eles não tinham conseguido colocá-lo em exposição, estava em uma pilha no balcão, rs

    O livro tem uma leitura super gostosa e vc vai ficando cada vez mais e mais curiosa para ver onde aquilo vai chegar.

    Não vou dar nenhum detalhe, mas recomendo àquelas q não tem preconceito com uma leitura picante. A Samanta me enviaou há algum tempo atrás umas traduções de livros da Abigail Reynolds, e é mais ou menos nessa linha (daí para mais picante, bem mais). E com palavras mais, digamos, explícitas. Então, sem preconceitos mesmo.

    Apesar do Sr. Grey ser envolvente e facinante, teve mtos momentos em q dei graças a Deus pelo meu noivo ser uma pessoa totalmente normal, rs.
    Mas a leitura é viciante! Não vejo a hora de lançarem as continuações, mas pelo q vi só acontecerá em setembro e em novembro… portanto, será uma longa espera!!

    Sobre o seu desanimo com o blog, Samanta, é mega compreensível. Adoro suas traduções e recomendo sempre. Sou uma órfã das fics q vc traduzia, mas vc tem q se sentir bem para poder se dedicar a algo.
    Espero de coração q vc se anime a voltar a traduzir, pelas suas leitoras. Não as/os q desviaram os textos, pois esses não vão se pronunciar, comentar e participar, mas por aquealas que estão aqui sempre participando.
    Às vezes temos uns relapsos (eu comento de vez em qdo, desculpe, falha minha, rs), mas estou sempre acompanhando. recebo todas as suas atualizações por e-mail e sempre me dá uma alegria abrir minha caixa de entrada e dar uma lidinha no q vc e as colaboradoras tem a dizer, seja uma frase, uma fic, ou simplesmente uma foto!

    Obrigada por seu trabalho!!!

  10. Larissa disse:

    Olá, eu sou nova por aqui, mas queria dizer que encantei-me pelo blog, já está em meus favoritos🙂
    Sobre o post, eu já tinha “ouvido” falar a respeito dessas versões mais picantes dos clássicos, leio livros eróticos, mas confesso que existem alguns que não me caem bem. Acho que depende muito de como esse erotismo é inserido na história. Acho que por enquanto, ficaremos todas na expectativa.
    O “Fifty Shades of Gray” estava na minha lista de espera, mas depois de tantos elogios e comentários, resolvi que será o meu próximo livro. Estou super curiosa😀
    Ficarei aguardando o seu post a respeito dele, viu Samanta?

    Beijo

  11. Georgina Guimarães disse:

    E alguém aqui já leu Cinquenta Tons do Sr. Darcy??? Chicotinho e salto alto gente. É de morrer de rir. Leiam sem preconceito. Como se fosse um outro livro.

    • Eu ainda não tive coragem. Tenho o e-book em inglês mas estou esperando inspiração. Eu não tenho pudor nenhum nas minhas leituras, e ao contrário das puristas não fiquei ofendida com a brincadeira, mas estou esperando inspiração para ler.

  12. Diemy disse:

    Eu confesso que não gosto da ideia de tornar os clássicos em livros eróticos ou com zombies, vampiros e sabe-se lá mais o quê. No entanto, também não tenho nada contra quem gosta. Gostos são gostos e ninguém tem nada haver com isso! Como se costuma dizer, “se todos gostássemos do mesmo, o que seria do amarelo? “. Eu já sabia que estavam a pensar em adaptar as Cinquenta sombras de Grey à história do Orgulho e preconceito, mas não sabia que estavam a ponderar também tornar os livros de Sherlock Holmes em histórias eróticas. Pergunto-me como o irão fazer e apenas posso esperar que saia nas livrarias, para poder ter as minhas respostas.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s