Sem Prada Nem Nada – Filme

Quando soube que esse filme era uma releitura moderna de Razão e Sensibilidade, fiquei curiosa e ao mesmo tempo com um pouco de receio de assistir. Quem já viu aquela releitura teen que fizeram de Orgulho e Preconceito deve entender o meu sentimento. Tive uma agradável surpresa com Sem Prada Nem Nada (From Prada To Nada). Ok, não é bem R&S, pois quando se moderniza muito da história se perde, mas mesmo assim é uma comédia romântica muito fofa. Os Dashwoods dão lugar à uma família de origem mexicana, os Dominguez; Nora (Elinor) e Maria (Marianne) moram em Los Angeles, e são filhas de um rico imigrante mexicano acostumadas com uma vida de luxo. A vida delas muda quando o pai morre e elas descobrem que ele estava falido, e elas não tem mais nada, e ainda por cima descobrem que tem um irmão ilegítimo que é casado com uma víbora. Nora, uma nerd estudante de direito se apaixona pelo irmão da nova cunhada, o jovem advogado Edward Ferris (Ferrars). Ela e a irmã são forçadas a se mudar para a casa da tia em um bairro mexicano de classe baixa; lá Maria, uma patricinha mimada e alienada conhece o vizinho Bruno (Coronel Brandon) que ela despreza por considerar do ‘gueto’. Na faculdade ela conhece o charmoso e rico professor Rodrigo (Willoughby) que acaba a enganando. Achei legal o que fizeram com a história, quem conhece R&S vai assistir como eu, tentando identificar os personagens de Jane Austen no filme.

Para ser sincera gostei mais desse Edward do que costumo gostar do original (acho ele um mané… 🙂 na mesma categoria que Edmund Bertran). Tentaram dar um ar meio latino para a Camilla Belle e exageraram no bronzeado de spray porque eu achei que ela ficou meio laranja… Bom, mas não vem ao caso; o filme é bem fofinho. Recomendo.  Não achei trailer legendado…

Anúncios