Jornada nas Estrelas & Manfield Park

Mais uma pérola de Grigg em O Clube da Leitura de Jane Austen.

“A relação entre Edmund e Fanny. Eles pareciam irmão e irmã. Mas então, no final, é como O Império Contra-Ataca, mas é ao contrário. Você sabe? Porque no Jedi, Luke Skywalker, ele esquece a Princesa Leia quando ela acaba por ser sua irmã. Edmund esquece Miss Crawford e fica com Fanny, que é sua prima-irmã, então… Isso incomodou mais alguém?”

Anúncios

Quem é Elizabeth Bennet?

O fofo Grigg Harris em O Clube da Leitura de Jane Austen.


O Clube da Leitura de Jane Austen.

Jocelyn é uma criadora de cães que vive uma vida solitária. Prudie é uma professora de francês frustrada com o marido. Sylvia acaba de descobrir que o marido tem um caso e pediu o divórcio. Allegra, filha de Sylvia, é uma jovem lésbica que vive a vida intensamente. Bernadette é uma mulher madura, de bem com a vida que já foi casada diversas vezes. Cinco mulheres muito diferentes mas que são unidas por laços de amizade e Jane Austen. Por sugestão de Bernadette elas resolvem criar um clube da leitura dos livros de Jane Austen, lendo um livro a cada mês e marcando encontros para discuti-los. Quando Jocelyn conhece Grigg, um nerd aficionado por livros de ficção científica, ela acha que ele é perfeito para animar Sylvia e o convida para o clube do livro. Ele nunca leu Jane Austen, mas como está interessado em Jocelyn, decide aceitar o convite.

Eu assisti a esse filme antes de me apaixonar por Jane Austen, e não dei muita importância na época. Mas quando eu assisti depois de ter lido todos os livros que eles citam no filme a coisa mudou de figura. Eu simplesmente amo esse filme, já perdi a conta de quantas vezes eu já assisti. O ponto alto do filme é o Grigg, não só porque o Hugh Dancy é muito fofo, mas porque incluir a perspectiva de um homem para os livros de Jane Austen tornou o filme muito mais interessante. Adoro a cena quando ele chega para o primeiro encontro e pergunta se os livros são sequências, ou quando ele compara Mansfield Park com O Império Contra-Ataca. O filme também me ganha nos comentários espirituosos de Bernadette. Ela é como se fosse a matriarca do grupo e sempre tem algo interessante a dizer. Aliás, eu concordo com todas as opiniões dela, e adoro o jeito dela, sempre de bem com a vida.

Nos bônus do DVD o diretor explica como cada personagem se relaciona com algum personagem de Jane Austen. Bernadette representa a Sra. Gardiner em Orgulho e Preconceito, Sylvia é Fanny Price em Mansfield Park, Jocelyn é a personagem título de Emma, Prudie é similar à Anne Elliot em Persuasão, Allegra é como Marianne em Razão e Sensibilidade, e Grigg representa todos os personagens masculinos mal-compreendidos.

O final é um pouco forçado, um pouco feliz demais para os meus padrões. Eu não perdoaria Daniel se fosse a Sylvia, por mais bem escrita que fosse aquela carta. E não gosto da maneira como a Prudie explica o livro Persuasão para o marido; É sobre essas duas pessoas que costumavam se amar. E elas não se amam mais. E é sobre como eles procuram persuadir-se a tentarem mais uma vez…’ Que parte de ‘I have love none but you…’ (sorry mas em inglês é mais bonito) ela não entendeu?

O roteiro do filme foi baseado no livro The Jane Austen Book Club de Karen Joy Fowler. Eu ainda não li o livro, mas por algumas críticas que li é muito superior ao filme, mas vou guardar a minha opinião para quando realmente ler.