Está chovendo homens de época!

Eu já postei esse vídeo aqui tem mais de um ano eu acho, mas assisti Northanger Abbey novamente hoje e me lembrei dele. Essa é a melhor montagem de homens de época que eu já vi no youtube. É claro que aqueles com músicas românticas são legais, mas este aqui é muitooo melhor e muito bem feito. Homens de época molhados, o que mais eu podia querer dessa vida? 🙂 Quando postei da primeira vez, não tinha assistido a todos os filmes do vídeo, mas hoje só me falta assistir The Shadow in The North com JJ Feid, que pretendo baixar essa semana. Por falar em JJ Feild, mal posso esperar para vê-lo como Mr. Nobley em Austenland.

Matthew Macfadyen em Orgulho e Preconceito 2005; Colin Firth em Orgulho e Preconceito 1995, Richard Armitage em Norte & Sul 2004; Rupert Penry-Jones em Persuasão 2007 e na série Casanova 2005; JJ Feild em Northanger Abbey 2007 e The Shadow in the North 2007; Dan Stevens, David Morrissey e Dominic Cooper em Razão e Sensibilidade 2008; Alan Rickman e Greg Wise de Razão e Sensibilidade 1995; Ioan Gruffudd no filme Amazing Grace 2006 e Anthony Howell em Wives & Daughters 1999 e Jeremy Northam em Emma 1996.

Anúncios

Casanova – BBC 2005

Uma jovem criada faz amizade com o famoso sedutor Giácomo Casanova, agora um velho bibliotecário recluso na casa de um homem rico, levando os seus dias na obscuridade, deixado apenas com suas memórias de suas aventuras da juventude, seus inúmeros casos amorosos e o grande amor de sua vida, Henriette. Casanova relata para a criada toda a sua vida, e a medida que a história é contada, descobrimos uma imagem diferente de Casanova – não um homem que seduzia e sistematicamente usava as mulheres, mas um homem educado, talentoso e inspirado que amava as mulheres e foi amado por elas.

Antes de mais nada devo confessar que meu motivo para assistir essa série foi puramente superficial. Estava visitando um dos meus tumblrs favoritos sobre romances de época, quando me deparei com essa foto:

Imediatamente eu pensei: “Eu tenho que assistir isso!” 🙂 🙂 Viram? Puramente superficial, pelo prazer de ver Rupert Penry-Jones. Achar a série para baixar foi bem fácil, achar legendas no entanto se tornou uma missão impossível. Achei em todas as línguas que se possa imaginar, menos em português e em inglês. A melhor da hipóteses seria o espanhol, mas a única coisa que eu sei nessa língua são os palavrões que um ex-colega de trabalho que é uruguaio me ensinou. A solução foi assistir sem legendas mesmo. Eu já tinha tentado assistir a versão de Casanova (também de 2005) com Heath Ledger no papel título, mas peguei no sono nas duas tentativas, o que não é bom sinal. A versão em série é totalmente modernizada e ousada, e é claro muito mais divertida. O Rupert não é o Casanova, na verdade ele é o vilão da história, Grimani, que é noivo do verdadeiro amor de Casanova, Henriette. Quem interpreta o grande sedutor é o improvável David Tennant (da série Doctor Who). Eu digo improvável porque a última coisa que eu pensaria dele é como um homem com grandes poderes de sedução. Mas é aí que está a graça da história eu acho. 

Não conhecia muito da verdadeira história de Casanova, e resolvi ler um resumo da vida dele no Wikipedia, para ver se os fatos da série eram reais, mas parece que 90% foi inventado, apenas se inspirando em fatos narrados no livro de memórias que ele escreveu. Mas isso não tem muita importância, pois nem o filme de 2005 é muito fiel a história. Em ambos, Casanova vive um grande amor, mas a série parece mais próxima da realidade, já que ele passou a vida como um devasso, de mulher em mulher sem nunca desenvolver um vínculo duradouro. E como é a história de Casanova, não poderiam faltar as cenas de ‘fornicação’… Nem as freiras escapam. Não recomendado para menores.

Se alguém quiser se aventurar com legendas em espanhol, ou sem legendas mesmo, aqui vai o link para download: Casanova