The Way We Live Now – BBC 2001

Augustus Melmotte é um financista estrangeiro com um passado misterioso. Quando ele move o seu negócio e sua família para Londres, a classe alta da cidade começa se agitar com boatos sobre ele e uma série de personagens finalmente encontram suas vidas mudadas por causa dele. Ele se propõe a atrair investidores ricos e poderosos, dando uma grande festa, e encontra um veículo de investimento apropriado quando ele é abordado por um jovem engenheiro, Paul Montague, e seu parceiro americano, Hamilton K. Fisker, para investir na construção de uma nova linha ferroviária que vai de Salt Lake City para Veracruz no México. O objetivo de Melmotte é aumentar o preço das ações sem pagar qualquer dinheiro real para o empreendimento, aumentando assim a sua riqueza própria. Entre os membros da aristocracia envolvidos no empreendimento está Sir Felix Carbury (Matthew Macfadyen), um jovem e dissoluto baronete que está rapidamente gastando todas as economias de sua mãe viúva em farras e jogos de cartas. Em uma tentativa para restaurar as suas fortunas, ele resolve seduzir Marie Melmotte, única filha de Augustus Melmotte e herdeira de uma considerável fortuna. Sir Felix consegue conquistar o coração de Marie, mas seus planos são bloqueados por Melmotte, que não tem intenção de permitir que sua filha se case com um aristocrata sem dinheiro.

Marie e Sir Felix

Alguém interessado em ver Matthew Macfadyen empregando todas as suas armas de sedução? E quem disse que ele não sabe fazer comédia? O personagem dele é hilário, contrário de tudo que já vi o Matthew interpretando. Sir Felix é esnobe, mimado, mulherengo, viciado em jogo, mentiroso… Marie Melmotte é tola, sem classe, maltratada pelo pai e ignorada pela madrasta e se apaixona por Sir Felix imediatamente (quem resistiria?). As cenas entre os dois são hilárias, mas eu sinto pena dela por estar sendo enganada. Não assista essa série se você espera um romance, pois é na verdade uma comédia social, baseada no livro The Way We Live Now de Anthony Trollope. A única parte mais romântica é entre Paul Montaque (Cillian Murphy – que a propósito é o homem com o rosto mais feminino que já vi – chega a ser perturbador) e Miss Carbury, irmã de Felix. A série é boa, mas só a interpretação do Matthew já valeu as quase cinco horas de duração. Link para baixar: The Way We Live Now



Anúncios